<
>

Fifa adia novo Mundial de Clubes, e vaga do Flamengo, que parecia certa, corre risco

Após Uefa e Conmebol confirmarem, nesta terça-feira, que a Eurocopa 2020 e a Copa América 2020 foram adiadas para 2021, a Fifa também fez um importante anúncio.

Por meio de comunicado, a entidade máxima do futebol reportou que o novo e ampliado Mundial de Clubes, que tinha estreia prevista para o ano que vem, também será realizado apenas em data futura.

A Fifa, porém, ainda não definiu quando o torneio será jogado. As possibilidades, no momento, são datas vagas em 2021, 2022 ou 2023", segundo o presidente da organização, Gianni Infantino.

Com isso, a vaga do Flamengo, que parecia garantida por conta do título da Libertadores 2019, fica em risco.

Antes, a proposta estudada pela Conmebol para definir os classificados ao "Supermundial" era a seguinte:

- Os campeões da Libertadores de 2019 e 2020
- Os campeões da Copa Sul-Americana de 2019 e 2020
- Duas outras vagas decididas em um mini-torneio, a ser disputado entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021, entre todos os campeões da história da Libertadores

No entanto, caso o novo Mundial de Clubes seja jogado só em 2023, os critérios podem ser alterados, tirando a vaga "garantida" do Fla pelo título em 2019.

Com isso, o Rubro-Negro teria que sagrar-se campeão novamente em 2021 ou 2022, caso os mesmos critérios de antes sejam mantidos pela Conmebol.

A única certeza dada pela Fifa no momento é que a competição seguirá sendo sediada na China.