<
>

Felipe Melo elege Messi melhor da história, se declara ao Boca e revela idolatria por ex-zagueiro argentino

Sempre polêmico, Felipe Melo concedeu entrevista ao jornal argentino Clarín e declarou seu amor pelo futebol local. Entre elogios aos jogadores do país, elegeu Lionel Messi como o melhor de todos os tempos.

“O Messi, para mim, é o melhor da história”, declarou. “Não vi Pelé. Do Maradona tenho lembrança só de quando eliminou o Brasil na Copa do Mundo de 1990. Vi o Messi jogar e é incrível. Mais que o Cristiano Ronaldo, porque o Cristiano pode fazer cinco gols, mas o Messi marca estes cinco gols e ainda faz seus companheiros marcarem, então é mais completo.”

Não é de hoje que Felipe Melo tem manifestado sua paixão pelo futebol argentino. Mais precisamente, o volante se declarou um fã do Boca Juniors e, recentemente, chegou até a discutir com um torcedor do River Plate pelas redes sociais.

“Sou torcedor do Boca, sempre disse. A torcida me encanta, tudo que significa o Boca. Tenho ídolos do clube”, declarou o jogador, que deixou aberta a possibilidade de vestir a camisa do clube antes do fim da carreira.

“É difícil dizer se vou jogar no Boca ou se vou sair do Palmeiras. Tenho mais dois anos de contrato aqui, vou completar 150 partidas, vai ser o clube que mais joguei na carreira. O Boca nunca me procurou”, afirmou.

Aos 36 anos, Felipe Melo mostrou acompanhar o clube argentino há bastante tempo. Ao ser questionado sobre seus ídolos do Boca, apontou Riquelme e um ex-zagueiro que vestiu a camisa do clube nos anos 2000 e, assim como ele, sempre foi conhecido pelo estilo viril em campo: Rolando Schiavi.

“Me lembro do Schiavi. Adorava como ele jogava. O Riquelme também. Tive a oportunidade de jogar contra ele quando eu estava no Racing Santander e ele no Villarreal. Também em um Brasil x Argentina. Mas Schiavi era terrível, muito duro, muito forte”, disse sobre o ex-jogador que também vestiu a camisa do Grêmio entre 2006 e 2007.