<
>

Felipe Melo revela ter sido chamado de 'bostero' por jogador do Tigre e dá risada

play
Luxemburgo vê Palmeiras como 'um dos favoritos' na Libertadores e exalta River e Boca: 'Acostumados a ganhar' (0:45)

Treinador alviverde concedeu coletiva após a vitória por 2 a 0 sobre Tigre (0:45)

O experiente Felipe Melo teve atuação consistente na vitória do Palmeiras sobre o Tigre, alcançada por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, pela Copa Libertadores. Sorridente, ele comentou de maneira bem-humorada a provocação inusitada recebida no gramado do Estádio Monumental Victoria.

No segundo tempo, por acertar um chute no atacante Rony, Acuña recebeu o cartão vermelho do árbitro colombiano Wilmar Roldan. No caminho para deixar o gramado, possivelmente na tentativa de causar a expulsão de um adversário, o jogador do Tigre provocou, de acordo com Felipe Melo.

“Ele me chamou de bostero, filho daquilo”, sorriu Felipe Melo, citando termo usado para se referir aos torcedores do Boca Juniors.

“Tenho carinho especial pelo Boca. Não na Libertadores, é claro. Mas isso fica dentro de campo. Foi um momento de nervosismo, ele tinha sido expulso. Faz parte do futebol e fica ali dentro”, minimizou.

O Palmeiras soube como se comportar no acanhado Estádio Monumental Victoria e o jovem Gabriel Menino, improvisado como lateral direito, foi o único advertido com o cartão amarelo. Rony teve alguns entreveros com adversários, mas passou ileso pelo árbitro Wilmar Roldan.

“O jogador foi expulso e eles bateram bastante. Mas a Libertadores é dessa maneira. A grama é diferente da que estamos acostumados, o campo é pequeno, a torcida grita o tempo todo. Então, temos que estar preparados para qualquer coisa e não cair na pilha”, disse Felipe Melo, satisfeito com o triunfo na estreia.

“Enfrentamos um time coeso e experimentado, com poucos jogadores abaixo de 30 anos. É sempre difícil jogar fora de casa. Tivemos ocasiões, inclusive, de sair com um resultado mais elástico, mas ganhar e não sofrer gols é sempre importante para seguir na competição”, disse o atleta.