<
>

Guardiola é enaltecido na Inglaterra por escalar Gabriel Jesus, polivalente e decisivo contra o Real, no lugar de Aguero

Em um jogaço pela ida das oitavas de final, o Manchester City venceu o Real Madrid por 2 a 1, de virada, nesta quarta-feira, em pleno Santiago Bernabéu, encaminhando a vaga nas quartas da Champions League.

Uma das surpresas de Pep Guardiola para a partida foi o brasileiro Gabriel Jesus, que fez o primeiro gol dos ingleses e sofreu a falta que expulsou Sergio Ramos. E essa escolha repercutiu na terra da rainha:

"Gabriel Jesus ganhou a vaga de titular, mas poucos esperavam que fosse pela ponta esquerda. O brasileiro trabalhou muito nos primeiros 45 minutos, retornando à sua própria área para impedir Dani Carvajal de ficar livre na ala, cobrindo a troca de jogadores e ajudando Mendy. Ele também teve a melhor chance do City no ataque - mas foi quando ele se tornou o homem da frente, no segundo tempo, que o City finalmente começou a mostrar sua ameaça ofensiva."

Enaltecido no jornal Independent por sua polivalência, o atacante trocou seu posicionamento no segundo tempo e tornou-se uma real ameaça ofensiva, inclusive balançando as redes para começar a virada.

"Jesus cabeceou para empatar, também mostrou sua ética de trabalho e ritmo para interceptar um passe, se afastar e fazer Sergio Ramos ser expulso nos minutos finais. Foi uma grande chamada de Guardiola começar o brasileiro no lugar de Aguero, mas havia claramente uma razão tática para isso. Mesmo assim, foi em seu papel natural que Jesus finalmente fez a diferença", analisou a publicação.