<
>

No São Paulo, Daniel Alves vira artilheiro como nunca e já está perto de igualar seu recorde

Com os dois gols marcados na vitória do São Paulo sobre o Oeste no último sábado, Daniel Alves alcançou pela primeira vez na carreira uma fase de destaque como artilheiro. Já soma quatro gols em sete partidas oficiais pelo clube tricolor na temporada. Algo que ele nunca experimentou.

Até hoje, o melhor desempenho do jogador em número gols em jogos oficiais por temporada foi pela Juventus em 2016/17, quando anotou seis vezes em 33 partidas. Outras três vezes, chegou anotar cinco gols em jogos oficiais na temporada. Foi por Sevilla (2006/07), Barcelona (2008/09) e Paris Saint-Germain (2017/18).

Ainda assim, a média de gols marcados ficam bem aquém em relação a que ele ostenta agora pelo São Paulo: 0,57 gol por partida.

Mesmo com a camisa do São Paulo não tem comparação. Ano passado, ele disputou 20 jogos e marcou duas vezes. Teve de conviver com questionamentos por vestir a camisa 10 e ser escalado na maioria das vezes como meio-campista e não como lateral/ala. Chegou até a se irritar.

Agora, nesta nova fase, vem arrancando elogios dos companheiros e do técnico Fernando Diniz.

"Ele está consolidado dentro do time. Posso usar ele em outras posições, como lateral, mas se encontra muito bem na posição em que vem jogando. É o cara que mais pega a bola no time, deve ser o que mais pega a bola no campeonato. E mais do que isso: a liderança. O que ele nos ajuda vocês não têm ideia", disse o técnico.

Para o São Paulo, a situação é boa. Ainda faltam cinco jogo para o final da primeira fase do Estadual, serão ao menos seis pela Copa Libertadores, pelo menos dois pela Copa do Brasil e outros 38 pelo Campeonato Brasileiro. Dá para Daniel Alves fazer muito mais gols.