<
>

Botafogo e Yaya Touré devem definir negócio na sexta-feira; Felipe Neto e Adnet confirmam ajuda, mas sem pagar salários

play
Vale a pena contratar Yaya Touré? Comentaristas analisam possível chegada do marfinense ao Botafogo (2:49)

Ex-meia do Manchester City e Barcelona é cotado para reforçar o Glorioso (2:49)

O Botafogo segue negociando com Yaya Touré, e uma reunião aconteceu nesta quinta-feira.

Questionado sobre como foi o encontro da diretoria com o marfinense, Ricardo Rotemberg falou com a reportagem. Vice presidente de comercial e marketing do clube e também parte do comitê de futebol, o cartola disse que tudo deve ser definido na noite desta sexta-feira. Sobre suas expectativas, foi direto: "Vamos ver se ele virá. Tem chance."

O meia está disponível no mercado após acabar seu contrato com o Qingdao Huanghai, e o presidente do clube carioca, Nelson Mufarrej, aposta em repetir a fórmula de sucesso usada na contratação de Keisuke Honda.

Entretanto, o clube já conta com um 'trunfo' na negociação. Ou melhor, dois: Felipe Neto, youtuber e empresário, e Marcelo Adnet, humorista.

Em conversa com a reportagem, a assessoria de Felipe confirmou que a dupla ajudará, mas sem pagar salários:

"Irão ajudar o clube somente com custos da operação de contratação do jogador. O investimento de ambos não se aplicará a questão de salário, pois nenhum jogador pode receber se os outros não receberem igualmente"

Mais cedo na semana, Nelson Mufarrej conversou com o Globoesporte.com e falou da questão dos salários: "Serão números que teremos condições de pagar", informando que o jogador ganhará uma participação efetiva do que ele pode trazer de patrocínio, assim como deu certo com Honda.

O cartola completou:

"Vai ser um salário pequeno para o nível do jogador, como é com o Honda, mas no que ele ajudar com patrocínio, vai receber uma participação. É a mágica que a gente está fazendo."