<
>

Após classificação, Autuori aposta em tempo e reforços para progredir no Botafogo

O Botafogo conseguiu, nos pênaltis, a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil após empatar por 1 a 1 com o Náutico, em Pernambuco. Com poucos dias à frente do comando da equipe, o técnico Paulo Autuori sabe que ainda há muito progresso a se fazer. Ele aposta em mais tempo de trabalho e na integração de alguns reforços para poder conseguir melhorar o desempenho do time.

Crítico do calendário do futebol brasileiro, o treinador acredita que só vai voltar a campo no dia 1º de março, quando o Botafogo estreia na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, recebendo o Boavista no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ).

Paulo Autuori comandando o Botafogo na classificação da equipe

“Não tinha esse jogo contra o Náutico previsto e ele foi marcado em uma data muito ruim, perto do Carnaval, onde é complicado conseguir os voos. Se não mudarem nenhuma data, só vamos voltar a jogar contra o Boavista, e será muito importante aproveitar esse tempo”, disse Autuori.

Outra aposta do técnico está nos reforços. O meia equatoriano Gabriel Cortez e o meia japonês Keisuke Honda têm grandes chances de serem utilizados no próximo confronto. Além disso, o Glorioso deverá contar com o zagueiro Joel Carli, vetado por conta de um trauma no joelho direito.

“Logicamente que quanto mais conseguirmos agregar qualidade ao elenco, melhor”, disse Autuori.

A delegação do Botafogo retornou ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira e os jogadores foram liberados em seguida. O plantel se reapresenta nesta sexta, quando começa a preparação para o embate com o Boavista.