<
>

Flamengo de Jesus é 'normal' diante de times estrangeiros e arrasador contra brasileiros

O Flamengo empatou diante do Independiente del Valle na última quarta-feira por 2 a 2 no jogo de ida da Recopa Sul-Americana e leva para o Maracanã um bom resultado. Qualquer vitória dá o título ao time brasileiro, ao passo que empate leva o jogo para a prorrogação – não há critério de gol fora de casa.

Embora tenha conquistado um placar vantajoso, a equipe de Jorge Jesus não atropelou o rival equatoriano, algo que está acostumada a fazer contra os adversários brasileiros. Aliás, essa é uma tendência desde que o comandante português chegou no Brasil.

O Flamengo já mediu forças contra times de fora do país seis vezes desde que Jesus assumiu o comando. São 3 vitórias, 1 empate e 2 derrotas, com 9 gols marcados e 7 gols sofridos.

O aproveitamento não é ruim, conquistando 56% dos pontos nesses confrontos, mas também está longe de ser espetacular. A título de comparação, esse mesmo aproveitamento deixou o Athletico-PR na quinta colocação do último Campeonato Brasileiro, 26 pontos atrás do campeão Flamengo.

Contra estrangeiros, o time rubro-negro tem média de 1,5 gol marcado por jogo e 1,17 gol sofrido.

Flamengo arrasador contra brasileiros

Como o próprio Campeonato Brasileiro do ano passado mostra, a realidade é totalmente diferente contra brasileiros.

Com Jorge Jesus no comando, são 39 partidas, sendo 29 vitórias, 8 empates e 2 derrotas, anotando 93 gols e sofrendo 35 tentos.

O aproveitamento é de impressionantes 81%, com 2,38 gols anotados por jogo e apenas 0,9 sofrido, ou seja, média de menos de um gol contra por partida.

A partida de volta contra o Independiente del Valle é na próxima quarta-feira, dia 26, às 21h30.