<
>

Rivais pela Liga Europa, Benfica e Shakhtar ganharam juntos R$ 1,5 bilhão só com venda de brasileiros

play
Neymar tem mais gols e títulos, Haaland com média melhor: a comparação dos atacantes aos 19 anos e 7 meses (0:39)

Norueguês levou a melhor na última terça-feira e Borussia Dortmund triunfou por 2 a 1 sobre o PSG (0:39)

Adversários na fase de 16 avos de final da Liga Europa, Shakhtar Donetsk e Benfica iniciam a disputa por uma vaga nas oitavas nesta quinta-feira, às 14h55 (de Brasília), na Ucrânia. Os clubes chegaram a esta fase da competição após serem eliminados da Liga dos Campeões.

Este, porém, não é o único fato em comum entre eles. Afinal, tanto Shakhtar quanto Benfica possuem um longo histórico de jogadores brasileiros. E, mais do que isso, se destacaram por saberem vender muito bem estes atletas.

Nos últimos 13 anos, Benfica e Shakhtar faturaram, juntos, 446,8 milhões de euros (R$ 1,504 bilhão) apenas com a venda de brasileiros. O clube ucraniano foi o que mais lucrou: 263,5 milhões de euros (R$ 921,2 milhões), enquanto os portugueses levaram 183,3 milhões de euros (R$ 582,7 milhões). Os valores são referentes à cotação da moeda na época da negociação.

Foram 12 nomes negociados pelo Shakhtar no período. O que mais rendeu foi o meia Fred, ex-Internacional, vendido por 55 milhões de euros (R$ 242 milhões) ao Manchester United em 2018.

O ex-vascaíno Alex Teixeira custou 50 milhões de euros (R$ 218 milhões) ao Jiangsu Suning em 2015, enquanto Willian, ex-Corinthians, foi para o Anzhi por 35 milhões de euros (R$ 93 milhões), enquanto o Manchester City desembolsou 40 milhões (R$ 112 milhões) por Fernandinho. O Bayern de Munique pagou 30 milhões (R$ 103 milhões) por Douglas Costa.

Do lado do Benfica, a maior venda foi a do goleiro Ederson, que foi para o Manchester City por 40 milhões de euros (R$ 147 milhões). Um pouco atrás, aparece o atacante Rodrigo, hoje no Valencia, que pagou por ele 30 milhões (R$ 93 milhões).

O Chelsea desembolsou 25 milhões de euros (R$ 62,5 milhões) por David Luiz e outros 22 milhões (R$ 50 milhões) por Ramires, enquanto Anderson Talisca custou 25 milhões de euros (R$ 104 milhões) ao Guangzhou Evergrande.

Confira a lista dos brasileiros negociados pelos clubes (os valores são referentes à cotação da moeda na época da negociação):

SHAKHTAR

Elano - vendido ao Manchester City em 2007 por 15 milhões de euros (R$ 39 milhões)

Matuzalem - vendido ao Zaragoza em 2007 por 14,5 milhões de euros (R$ 39 milhões)

Brandão - vendido ao Olympique de Marselha em 2009 por 6 milhões de euros (R$ 18 milhões)

Jadson - vendido ao São Paulo em 2012 por 3,8 milhões de euros (R$ 8,6 milhões)

Leonardo - vendido ao Atlético-GO em 2012 por 250 mil euros (R$ 625 mil)

Willian - vendido ao Anzhi Makhachkala em 2013 por 35 milhões de euros (R$ 93 milhões)

Fernandinho - vendido ao Manchester City em 2013 por 40 milhões de euros (R$ 112 milhões)

Fernando - vendido à Sampdoria em 2015 por 8 milhões de euros (R$ 27 milhões)

Alex Teixeira - vendido ao Jiangsu Suning em 2015 por 50 milhões de euros (R$ 218 milhões)

Douglas Costa - vendido ao Bayern de Munique em 2015 por 30 milhões de euros (R$ 103 milhões)

Luiz Adriano - vendido ao Milan em 2015 por 6 milhões de euros (R$ 21 milhões)

Fred - vendido ao Manchester United em 2018 por 55 milhões de euros (R$ 242 milhões)

TOTAL = 263,5 milhões de euros (R$ 921,2 milhões)

BENFICA

Anderson - vendido ao Lyon em 2007 por 4 milhões de euros (R$ 10,4 milhões)

Diego Souza - vendido ao Palmeiras em 2008 por 3,75 milhões de euros (R$ 9,6 milhões)

Edcarlos - vendido ao Cruz Azul em 2009 por 1,3 milhão de euros (R$ 4,2 milhões)

Ramires - vendido ao Chelsea em 2010 por 22 milhões de euros (R$ 50 milhões)

David Luiz - vendido ao Chelsea em 2011 por 25 milhões de euros (R$ 62,5 milhões)

Patric - vendido ao Atlético-MG em 2010 por 1 milhão de euros (R$ 2,5 milhões)

Bruno César - vendido ao Ah Ahli em 2012 por 5 milhões de euros (R$ 14 milhões)

Eder Luis e Fellipe Bastos - vendidos ao Vasco em 2012 por 3 milhões de euros (R$ 7,7 milhões)

Emerson Conceição - vendido ao Trabzonspor em 2012 por 1,8 milhão de euros (R$ 4,3 milhões)

Alan Kardec - vendido ao São Paulo em 2014 por 4,5 milhões de euros (R$ 14 milhões)

Rodrigo - vendido ao Valencia em 2015 por 30 milhões de euros (R$ 93 milhões)

Sidnei - vendido ao Deportivo em 2015 por 8,5 milhões de euros (R$ 26,3 milhões)

Ederson - vendido ao Manchester City em 2017 por 40 milhões de euros (R$ 147 milhões)

Marçal - vendido ao Lyon em 2017 por 4,5 milhões de euros (R$ 16,4 milhões)

Talisca - vendido ao Guangzhou Evergrande em 2018 por 25 milhões de euros (R$ 104 milhões) + 4 milhões de euros por empréstimo ao Besiktas em 2016 (R$ 16,8 milhões)

TOTAL = 183,3 milhões de euros (R$ 582,7 milhões)