<
>

Vai sobrar para um brasileiro: jornal relata falta de vagas de estrangeiro se Real Madrid contratar Lautaro

play
Emerson analisa adaptação ao futebol espanhol e diz sobre Vinicius Jr. e Rodrygo: 'São jogadores que, se você der um vacilo, acabam com você' (1:39)

Lateral do Betis comentou que o futebol espanhol foca bastante na questão coletiva (1:39)

Nesta sexta-feira, a ESPN mostrou que o Real Madrid irá brigar com o Barcelona pela contratação do atacante Lautaro Martínez, da Inter de Milão, na próxima janela de transferências.

No entanto, a chegada do argentino ao Santiago Bernabéu não é tão simples assim...

Isto porque, como aponta o jornal Marca, o atleta da Internazionale não tem passaporte europeu. Ou seja: caso ele seja contratado, irá ocupar uma das vagas extracomunitárias do elenco merengue.

Isso significa que, na possível chegada de Martínez, quem iria ter problemas é algum brasileiro, já que, neste momento, as três vagas extracomunitárias são preenchidas por Vinicius Jr., Rodrygo e Éder Militão.

A chegada de Lautaro também atrapalharia uma possível subida de Reinier para o elenco principal.

No entanto, o ex-flamenguista começará atuando pelo Real Madrid Castilla, e não se sabe quando (ou se) ele será promovido.

O Marca revela que o Real Madrid espera que Vinicius Jr. possa obter passaporte espanhol o mais rápido possível, o que abriria uma vaga entre os extracomunitários.

A ideia dos blancos era que o brasileiro já contasse com o documento para a temporada 2020/21. Todavia, alguns dirigentes já trabalham com a hipótese pessimista dele só conseguir em 2021/22.

Mesmo que Martínez não seja contratado, porém, o jornal espanhol prevê problemas para o Real Madrid.

"Independentemente da chegada de Lautaro, o Madrid pode se ver obrigado a descartar um de seus quatro brasileiros. [...] Mas, se Lautaro chegasse, o mais provável é que o Real buscasse uma saída para Vinicius ou Rodrygo, já que eles ainda são encarados como apostas do clube. Tudo dependeria, porém, da decisão do técnico Zinedine Zidane", escreveu.

Quem teria a situação mais confortável seria Militão.

"Como o Real Madrid não tem uma grande sobra de zagueiros centrais, a saída de Militão seria a opção menos provável", garantiu.

Vale lembrar que o Real Madrid também tem a opção de utilizar o japonês Takefusa Kubo, atualmente emprestado ao Mallorca, em 2020/21.

E, se Zidane optar por integrar Lautaro Martínez e Kubo, dois brasileiros teriam que deixar as vagas extracomunitárias...