<
>

Corinthians: clássico contra o São Paulo pode ser nova retomada

Tolima. Até hoje tem torcedor que tampa os ouvidos ao ouvir o nome do time colombiano que eliminou o Corinthians de Ronaldo Fenômeno e Roberto Carlos no dia 2 de janeiro de 2011, na fase preliminar da Copa Libertadores, com uma vitória por 2 a 0. O mundo caiu sob os ombros de Tite, então treinador do clube, que foi bancado por Andrés Sanchez, também presidente à época.

E a aposta não poderia ter dado mais certo. Quatro dias depois da eliminação, o time paulista foi até o Pacaembu, como visitante, enfrentar o Palmeiras, de Luiz Felipe Scolari e que ainda tinha o goleiro Marcos no gol. Naquele jogo, válido pelo Campeonato Paulista, o clube alviverde teve 13 chances reais de gol contra apenas duas do rival. Resultado: 1 a 0 Corinthians, gol de Alessandro, aos 37 minutos do segundo tempo.

Foi o que o time precisava para afugentar a crise e dar tranquilidade para Tite. Apesar de perder a final do estadual para o Santos, o time conquistaria o Brasileirão em dezembro. Foi o prenúncio do ano mágico que viria pela frente, com o título inédito - e invicto - da Copa Libertadores e o bicampeonato mundial.

No dia 15 de maio de 2013, o Corinthians sofreria uma de suas derrotas mais doídas na história do torneio sul-americano. Defendendo o título, o Alvinegro empatou por 1 a 1 contra o Boca Juniors e foi eliminado em casa nas oitavas de final. A partida foi marcada pela arbitragem desastrosa de Carlos Amarilla, que ignorou dois pênaltis e anulou dois gols erroneamente.

Novamente, o destino sorriu para o time treinado por Tite. Quatro dias após a queda, o empate por 1 a 1 contra o Santos de Neymar na Vila Belmiro deu o 27º título estadual ao Corinthians - Cícero marcou para o Peixe, mas Danilo fez o gol que garantiu o caneco. Após mais uma eliminação precoce na Libertadores, e novamente contra o Guaraní, do Paraguai, o Corinthians terá mais um clássico pela frente.

Após mais uma eliminação precoce na Libertadores, e novamente contra o Guaraní, do Paraguai, o Corinthians terá mais um clássico pela frente. Neste sábado, ás 19h, enfrentará o São Paulo no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Recém-chegado, o técnico Tiago Nunes não sofre riscos, mas uma vitória contra o rival neste momento pode ser o combustível para dar sequência à nova filosofia de jogo que busca implantar ao Corinthians no restante da temporada.