<
>

Fluminense e Flamengo decidem vaga na final da Taça Guanabara

Fluminense e Flamengo abrem nesta quarta-feira, às 20h30 (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro, as semifinais da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Embalado pela vitória de 3 a 0 sobre o Botafogo, o Tricolor tem a vantagem do empate por ter feito melhor campanha na primeira fase. Além disso, derrotou nesta etapa os flamenguistas por 1 a 0. O Rubro-Negro, que vem de triunfo de 2 a 0 sobre o Madureira, tem na vitória o único resultado que lhe interessa.

A rivalidade entre os clubes está aflorada porque no jogo realizado há duas semanas torcedores do Fluminense chamaram o adversário de “time assassino” por conta das vítimas do incêndio do Ninho do Urubu. Além disso, o fato de o Flamengo ter vivido um 2019 brilhante aumentou ainda mais o clima de animosidade entre os dois clubes. Algo que o técnico Jorge Jesus minimiza ao analisar o choque.

Time do Fluminense deve ser o mesmo do jogo contra o Botafogo

Odair deverá manter a base que derrotou o Botafogo, mas tem à disposição o volante Hudson, que cumpriu suspensão no clássico.

Já Jorge Jesus decidiu não poupar os titulares mesmo no domingo decidindo a Supercopa do Brasil com o Athletico Paranaense. “Temos três dias para recuperar os jogadores”, disse o português.

Quem avançar do embate entre Fluminense e Flamengo vai decidir a Taça Guanabara no sábado de carnaval com o vitorioso da outra semifinal, que acontecerá no domingo entre Boavista e Volta Redonda, em Saquarema.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE X FLAMENGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 12 de fevereiro de 2020 (Quarta-feira)

Horário: 20h30(de Brasília)

Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)

Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Michael Correia (RJ)

FLUMINENSE: Muriel, Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique, Yuri e Nenê; Wellington Silva, Marcos Paulo e Evanílson

Técnico: Odair Hellmann

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Léo Pereira, Gustavo Henrique e Renê; Willian Arão, Gerson, De Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol

Técnico: Jorge Jesus