<
>

Emissora diz que Rússia foi avisada de exclusão da Copa do Mundo; Fifa nega

A emissora "beIN Sports", presente em diversos países, veiculou nesta quarta-feira que a Rússia foi excluída da próxima edição da Copa do Mundo, por determinação na Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês), informação que a Fifa negou horas depois.

De acordo com o canal de televisão, que tem como proprietário Nasser Al-Khelaifi, uma fonte relatou que a União Russa de Futebol (RFS) havia sido notificada da suspensão de quatro anos imposta pela Wada, em dezembro do ano passado, o que representaria ausência no Mundial que acontecerá em 2022, no Catar.

Imediatamente, a entidade nacional e a agência russa antidoping (Rusada) negaram que qualquer comunicado tenha sido emitido. Logo depois, foi a vez da Fifa se posicionar e desmentir a informação.

"Não temos nenhuma informação nova depois da declaração que fizemos em dezembro", afirmou um porta-voz da federação internacional às agências de notícias locais.

A Fifa, em comunicado, divulgou que também está em permanente contato com a Wada, para esclarecer a decisão do comitê executivo do órgão com relação ao futebol da Rússia.

Em 9 de dezembro do ano passado, a agência anunciou que o esporte do país estava suspenso por quatro anos, o que representaria não disputar grandes competições. Atletas que decidissem participar dos eventos precisariam se submeter a exames para competir como neutros.

As autoridades esportivas russas, no entanto, sempre apontaram ter confiança de que as competições organizadas pela Fifa estariam fora do alcance da punição.

Ao anunciar a suspensão, o chefe do Comitê de Revisão de Cumprimento da Wada, Jonathan Taylor, advertiu que a medida afetaria sim a competição de futebol e garantiu que em caso de classificação, a seleção russa não poderia participar.

Mas, o próprio representante da agência admitiu que a Fifa poderia definir mecanismo de solicitação para que os jogadores do participem da Copa do Mundo como neutros."Não haverá bandeira, nem hino", disse Taylor.