<
>

Chateado, José Carlos Peres pede paciência com Jesualdo no Santos

Foto: Reprodução

A sombra de Jorge Sampaoli será um grande obstáculo para Jesualdo Ferreira no início de sua caminhada no Santos. Em dois jogos do Campeonato Paulista, o treinador português já viu uma comparação com o argentino e clamou por respeito ao seu trabalho. Nesta quarta-feira, ele recebeu o apoio do presidente José Carlos Peres, que pediu paciência com o comandante.

“As pessoas o comparam com o Sampaoli do segundo semestre, mas não comparam com o período que também houve uma adaptação. A gente precisa ter paciência e educação. O Jesualdo vem de uma escola europeia, onde se prima pela educação”, afirmou Peres durante a apresentação de um novo patrocínio para a base do Peixe.

O mandatário santista se surpreendeu com alguns questionamentos de jornalistas a Jesualdo após o após o jogo contra o Guarani. “Achei as perguntas agressivas, não podemos permitir essas coisas. Foi o que ele falou, não dá para comparar em 15 dias. Ele está preparando a equipe. Sabendo que ele tem títulos em 3 continentes, é um técnico com currículo forte”, emendou.

José Carlos Peres considera que Jesualdo necessita de, pelo menos, cinco ou seis jogos para começar a ter seu trabalho avaliado. Além disso, o presidente santista ressalta a dificuldade do início da temporada 2020, em que a pré-temporada foi mais curta em comparação ao ano anterior.

“As pessoas devem entender que o Sampaoli é um, o Jesualdo é outro. Peço para tratá-lo bem. Obviamente fiquei chateado, acho que a convivência precisa ser legal. Ele está fazendo um trabalho muito forte. Ano passado, começamos a temporada no dia 2, esse ano foi no dia 9, dia 10. Todo mundo está fora de forma. Campeonato Paulista é onde se prepara para outras competições. Claro que todo mundo quer ganhar e será importante vencermos”, avisou o mandatário santista.