<
>

Bruno Praxedes, do Internacional, já viveu polêmica por causa do Flamengo nas redes sociais

play
Mauro Cezar: Internacional x Flamengo, jogo com jeito de decisão, mas que nada decidirá (3:41)

Comentarista analisa confronto de líderes do Brasileirão deste domingo (3:41)

Um dos destaques do Internacional na conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020 sobre o Grêmio, Bruno Praxedes não demorou a ganhar espaço no elenco profissional do clube colorado.

Com 17 jogos na temporada, o meio-campista é uma opção para o técnico Eduardo Coudet no jogo contra o Flamengo, neste domingo (25), às 18h (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro. E o rival rubro-negro tem uma ligação curiosa com a história do meia.

Natural de Itaboraí-RJ, Bruno Praxedes passou pela base do Vasco antes de chegar ao Fluminense. Comparado no começo de carreira a nomes como Paulo Henrique Ganso e Rivaldo, ele chegou a defender a seleção brasileira sub-15.

"Se eu jogar metade do que os caras jogam está excelente. O Rivaldo, então, meu Deus!", disse o jogador à "FPF TV" durante a Copinha.

Quando mudou para a categoria sub-17, porém, o jovem perdeu espaço entre os titulares e chegou a pedir para sair do clube das Laranjeiras.

Em julho de 2018, ele se envolveu em um episódio polêmico.

Ao ser questionado sobre qual time torcia em sua conta oficial no Twitter, ele escreveu "Segue o líder", indicando que era flamenguista. O clube rubro-negro era o primeiro colocado do Brasileirão naquele momento.

A situação gerou um desconforto no Fluminense, que não gostou da atitude do garoto. O empresário do meia garantiu que o episódio não teve a ver com a saída do meia no começo de 2019.

Quando estava com o contrato de formação no final, Praxedes foi liberado para o Internacional. O Fluminense ficou com 50% dos direitos econômicos do meia.

"Encerro oficialmente minha trajetória no tricolor, onde pude ter o prazer de fazer grande parte da minha formação como atleta e pessoa. Mais um ciclo se fecha nessa minha jornada no futebol e o sentimento que tenho pelo clube que fez parte da minha formação é gratidão", postou Praxedes, à época.

No Beira-Rio, o meia reencontrou seu futebol. Pulou da categoria sub-17 para a sub-20, virando titular absoluto e destaque da equipe.

Muito elogiado por sua dinâmica de jogo e por aparecer bem no ataque, o meia de 18 anos é monitorado por scouts de equipes do exterior. Além disso, recebeu elogios do técnico Eduardo Coudet.

Neste ano, Praxedes teve o contrato renovado com o clube colorado até abril de 2025. Além de receber um aumento de salário, sua multa rescisória também foi elevada.