<
>

Cruzeiro: Cartola diz que Rafael nem sabia de ação judicial, mas que goleiro não quer mais jogar pelo clube

O goleiro reserva do Cruzeiro, Rafael, dificilmente seguirá no clube em 2020.

Nesta sexta-feira, o interlocutor do núcleo gestor do clube celeste, Carlos Ferreira, explicou a situação de Rafael, que havia entrado na Justiça contra o Cruzeiro cobrando salários atrasados, férias e FGTS.

"Nós tivemos uma reunião muito proveitosa ontem e o Rafael mostrou sua vontade de jogar em outro clube. O clube entendeu. Fomos surpreendidos hoje com uma ação na Justiça do Trabalho e o Rafael nos falou que também não sabia. Ele é um bom caráter, um ativo do clube. Aconteceu esse problema e a gente pretende solucionar até segunda-feira. Ele está também chateado com a situação", explicou Ferreira.

O goleiro, porém, manifestou o seu desejo de deixar o Cruzeiro, que disputa a série B do Campeonato Brasileiro neste ano.

"Ele (Rafael) não falou em nenhum cube, só quer ter mesmo a liberdade. É provavel que vá tirar a ação e vida que segue. Eu acredito que seja uma rescisão amigável. Ele é um aivo do clube. O clube não vai abrir mão do ativo. O Rafael é um bom caráter, teve aqui no Cruzeiro mais de 12 anos, vai dar tudo certo", completou.