<
>

O novo Corinthians: em estreia de Tiago Nunes, time domina, dita ritmo e já supera e iguala recordes de todo 2019

O começo da temporada não podia animar mais o torcedor do Corinthians.

Muito além do resultado, o 4 a 1 sobre o Botafogo-SP mostrou uma nova face da equipe que agora é dirigida por Tiago Nunes. Pressão, domínio de território e intensidade: tudo o que era pedido quando Fábio Carille foi demitido em 2019.

Com uma postura mais ofensiva, o primeiro gol saiu já saiu com 11 minutos - todos de pressão.

No ataque, os dois laterais subiam juntos até a linha de fundo em alguns momentos. Do outro lado, Janderson e Ramiro, os pontas, voltavam para fechar uma linha de seis na maioria das vezes. Intensidade total.

Cássio participou muito mais do jogo com os pés e distribuiu jogadas com os defensores, e os quatro ofensivos - Janderson, Ramiro, Luan e Boselli - trocavam de posições constantemente. Já Pedro Henrique e Gil, a dupla de zaga, normalmente ocupava o território central do gramado e encurralava o adversário em seu campo de defesa.

Quando o time já vencia por 3 a 0, seguia pressionando, e o gol sofrido veio em um contra-ataque - algo quase inimaginável em 2019, quando o padrão era recuar após o primeiro gol.

Quebrando marcas de 2019

Passes tentados

Contra o Botafogo-SP: 730 passes tentados.

Melhor em 2019: 738 passes tentados no empate em 1 a 1 contra o São Caetano, em 20 de janeiro.

Média em 2019: 436 passes tentados.

Aproveitamento nos passes

Contra o Botafogo-SP: 91,5% de aproveitamento nos passes.

Melhor em 2019: 90% de aproveitamento nos passes na derrota por 2 a 1 para o Guaraní, em 23 de janeiro.

Média em 2019: 82,3% de aproveitamento nos passes.

Posse de bola

Contra o Botafogo-SP: 72% de posse de bola.

Melhor em 2019: 72,3% de posse de bola no empate em 1 a 1 contra o São Caetano, em 20 de janeiro.

Média em 2019: 51,6% de posse de bola.

Saldo de gols

Contra o Botafogo-SP: 3 gols de diferença (4x1).

Melhor em 2019: 3 gols de diferença (3x0 contra o Avaí, em 28 de novembro).

Média em 2019: 0,25 gol de diferença.

Gols feitos

Contra o Botafogo-SP: 4 gols feitos.

Melhor em 2019: 4 gols feitos na vitória por 4 a 2 contra o Avenida, em 21 de fevereiro.

Média em 2019: 1,11 gol feito.