<
>

Atlético-MG: 'Sem cabeça', Cazares pede para sair, e Dudamel diz que tem plano B, C e D

play
Campeonato Mineiro de volta: mudança de fórmula, 'lupa' no Atlético-MG de Dudamel e Cruzeiro sem pressão (1:52)

Leonardo Bertozzi analisa o estadual que se inicia nesta terça-feira com o time alvinegro visitando o Uberlândia (1:52)

O técnico Rafael Dudamel, do Atlético-MG, abriu o jogo e explicou que a ausência do meia Juan Cazares na vitória sobre o Uberlândia, por 1 a 0, pelo Campeonato Mineiro, foi decisão tomada após o atleta revelar a vontade de deixar o clube.

Nesta semana, o Galo recebeu uma proposta de 2,8 milhões de dólares (cerca de R$ 11,7 milhões na cotação atual) do Al-Ain, da Arábia Saudita, para a venda do equatoriano, que acenou positivamente para a saída.

Por sua vez, Dudamel disse que optou por deixar o meio-campista de fora da partida por desejar contar apenas com jogadores “focados” para os jogos do Atlético.

“Cazares tem uma oferta do futebol internacional. Conversamos, e ele me manifestou, com muita sinceridade, que não tem a cabeça agora no Atlético. Tem o desejo de sair. Vê nessa possibilidade a oportunidade de dar um futuro melhor à sua família. Isso é respeitável.”

Segundo o site “Superesportes”, apesar da aprovação de Cazares, a diretoria do Atlético acredita que o valor ainda é baixo e que há a possibilidade de conseguir mais pelo atleta.

Caso o cenário mude e o meia vá para o futebol internacional, Dudamel já se mostra preparado para encarar a realidade.

“Não gosto que me tirem nada de surpresa. Tenho que estar preparado. Abre-se a possibilidade de que Cazares saia. Já temos um plano B, um plano C, um plano D. Temos opções. Mas o importante é que se possa resolver com tranquilidade e se tome a melhor decisão.”

A próxima partida do Galo acontece no domingo, às 16h (de Brasília), contra o Tupynambás, também pelo Estadual.