<
>

Com possível candidatura à presidência do São Paulo, Marco Aurélio pode deixar seleção feminina e fala sobre Caboclo

Atual Coordenador de Futebol Feminino da seleção brasileira, Marco Aurélio Cunha deve se candidatar a presidência do São Paulo, clube em que exerce a função de conselheiro, conforme noticiou o Blog do Menon.

Caso ele seja o escolhido para o cargo de presidente, ele deve deixar a seleção feminina. Mas, segundo Marco Aurélio, ele ainda não conversou oficialmente sobre a possibilidade com Rogério Caboclo, Presidente da CBF.

"Eu estou trabalhando, tenho muitos compromissos, e tive uma conversa superficial. Foi com o Menon, isso praticamente escapou, e eu tenho aqui o máximo respeito pelo Rogério Caboclo (Presidente da CBF), e vou falar com ele pessoalmente se eu tomar essa decisão. Eu não posso deixá-lo sem a expectativa de uma substituição", afirmou em entrevista exclusiva com o ESPN.com.br na tarde desta terça-feira.

Marco Aurélio assumiu a coordenação da seleção em 2015, renunciando o cargo de Governador na época. Após a demissão do técnico Vadão da seleção ao final da Copa do Mundo, a permanência de MAC foi discutida pela CBF, mas ele se manteve no cargo.