<
>

Jornal lista os cinco motivos pelos quais Xavi disse 'não' ao Barcelona

Xavi Hernández ama o Barcelona e sempre estará disposto a ajudar o clube. Contudo, neste domingo (12), ele deu seu não ao convite para ser treinador da equipe. O jornal Marca, da Espanha, listou os cinco motivos que levaram o ex-jogador a declinar o chamado.

1. O principal motivo é o fato de ele saber que, cedo tarde, vai ser o treinador da equipe. Só que ele quer pegar um projeto do zero, e não no meio da temporada.

2. Ele também deve muito respeito à figura de Ernesto Valverde. Xavi se considera um homem do futebol e não quer fazer com um colega de profissão algo que não gostaria que fizessem a ele.

3. Respeito ao Al Saad, que lhe abriu as portas para a carreira de técnico. Seu contrato se encerra no verão de 2021, e tem como progressão natural o cargo de treinador da seleção do Catar. Mas os planos podem mudar, se o Barcelona o convidar no início do verão europeu, ao fim da temporada em curso.

4. Ele também tem compromisso com seus jogadores. Sua equipe joga a final da Catar Cup na próxima sexta-feira, contra o Al Duhail, melhor time do país na temporada e líder do campeonato. Pode ser o segundo título de Xavi como técnico, depois de ter vencido a Supercopa no ano passado.

5. Por fim, Xavi tem um compromisso moral com Víctor Font, que hoje faz oposição à gestão de Josep Bartomeu, catyual presidente do clube. Ele não se dá mal com a atual gestão, tantoq ue negociou com Grau e Abidal, atuais dirigenets blaugranas. Mas tem essa espécie de aliança com Font. As próximas eleições no clube acontecem em 2021.