<
>

Ex-Flamengo e Santos contam como é Sampaoli 'por trás do cara que exige muito e está sempre estressado na TV'

Uma das principais sensações do futebol brasileiro na temporada, Jorge Sampaoli teve uma saída conturbada da Vila Belmiro depois de sucessivas brigas com a diretoria santista, mas deixou saudades em alguns jogadores do Santos.

O argentino ajudou o time alvinegro a ficar com a segunda posição do Campeonato Brasileiro, ficando atrás somente do campeão Flamengo.

Sempre explosivo à beira do campo, Sampaoli mostrou um lado obsessivo pelo trabalho e de poucas palavras com a imprensa.

"O dia a dia com ele é de uma intensidade incrível! Os jogadores aprenderam a serem intensos nos treinamentos e levarem isso para os jogos. Foi um dos melhores treinadores na minha carreira e também para o Santos", contou Jorge, ex-lateral de Santos e Flamengo, ao ESPN.com.br.

Com uma equipe bastante ofensiva na temporada, o Santos sofreu algumas goleadas.

"Acho que essas energia que ele demostra é muito positiva. Os treinos são mais curtos mas intensos o tempo todo. Tem dias que ele treina mais a linha defensiva e os atacantes ficavam separados. Ele cobrava muito isso. Nos ali de trás evoluímos muito, não somente os titulares, mas quem entra também", afirmou Jorge.

"Ele traz uma elegância incrível ao futebol.Ele gostava de falar que tínhamos que ter amor pelo balón [bola em espanhol], essa frase pegou (risos). Quando ele falava um pouco rápido quando estava nervoso era difícil entender um pouco o que ele dizia (risos)", contou Jorge.

Fora de campo, ele se notabilizou por andar de bicicleta nas ruas de Santos, jogar futevôlei na praia e colocar meninos - que escalavam as árvore para ver os treinamentos - dentro do CT Rei Pelé.

"Uma coisa curiosa que muita gente não sabe é que por trás do cara que exige muito e está muito estressado na TV, está uma pessoa divertida. Ele é um cara que brinca muito principalmente com o pessoal mais novo e que trabalha no clube. Ele me ensinou muitas coisas a me posicionar melhor e aproveitar melhor as minhas qualidades", disse o zagueiro Lucas Veríssimo.

"Sampaoli é alegre, elétrico e brinca com todos os jogadores", complementou Jorge.

Desde que saiu do Santos, Sampaoli está sem clube depois de negociar com Palmeiras e Atlético-MG. Para o lugar do argentino, o time da Vila Belmiro trouxe o Português Jesualdo Ferreira, ex-Porto.