<
>

Novo gerente de futebol, Espinosa chega ao Botafogo com pés no chão

Foto: Vitor Silva/Botafogo.

Valdir Espinosa demonstrou muita gana e emoção ao retornar ao Botafogo. Apresentado neste sábado como novo gerente de futebol, o ex-treinador – campeão carioca do inesquecível título de 1989 – preferiu mostrar que a realidade do clube não é fácil e demanda muita paciência por parte dos torcedores. A questão financeira segue como um terrível problema em General Severiano.

“O importante é não tentar se enganar ou enganar o torcedor, mostre as dificuldades e não faça promessas em vão. Faça promessas do que pode cumprir”, disse.

A ideia de Valdir Espinosa é trazer um espírito guerreiro ao futebol do Botafogo. O primeiro passo é aprender as lições da temporada 2019 em que o clube não demonstrou bom desempenho em campo e chegou até a temer pelo rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

“Prometemos lutar, porque pela luta podemos atingir objetivos. Vamos lutar e honrar a camisa, mas ter a humildade de chamar o torcedor para vir junto, fazer parte do processo e lotar o estádio. Assim ele estará na luta e na vitória, como sempre esteve”, comentou.

O passado pode até servir de inspiração para o Botafogo recuperar seus grandes momentos, na visão do gerente de futebol. “Em 89 disse que queria ver a luz do placar do Maracanã acesa com Botafogo campeão. Eu quero ver de novo, todos querem, estarão envolvidos e lutando para ver a estrela do Botafogo brilhar cada vez mais. Que ela nos ilumine e tenhamos orgulho de dizer Botafogo”, encerrou Espinosa.