<
>

Presidente do Atlético-MG diz que Mancini, Elias e Geuvânio não ficam e anuncia Mineirão como casa em 2020

O torcedor do Atlético-MG foi avisado de algumas mudanças na equipe para 2020.

Em sabatina realizada pela Rádio Itatiaia nesta quarta-feira, o presidente do clube, Sérgio Sette Câmara, falou sobre o planejamento para 2020.

Na conversa, já anunciou algumas saídas: “O Elias não fica, estamos conversando com o Léo Silva para que ele ocupe um cargo nas categorias de base e o Geuvânio não fica”.

No mercado, o Galo também vai procurar um novo treinador, já que Vágner Mancini não fica: “Já comunicamos a ele que o contrato se encerra. Foi bom para ambas as partes porque ele voltou ao cenário e performou o suficiente para colocar o Atlético na Sul-Americana”.

Além disso, a janela de transferências promete alguns reforços para dentro de campo, mas o presidente ainda não falou em nomes: “Vamos buscar de quatro a cinco reforços. Vamos tentar buscar dois, três nomes de peso e dois, três nomes que possam vestir a camisa e dar retorno. Estamos rejuvenescendo o nosso elenco. O futebol é muito físico. Esse é o perfil de jogadores que estamos procurando, jovens, mas com certa experiência para dar mais musculatura e velocidade”.

E outra grande novidade anunciada por Câmara foi um 'adeus' ao Independência: “A nossa casa em 2020 será o Mineirão”.