<
>

A pedido de técnico da seleção, Liga mexicana reduzirá números de estrangeiros nos times

Gerardo Martino no comando do México Getty

Uma recomendação do técnico da seleção mexicana, Gerardo Martino, convenceu os proprietários do clubes do país a reduzirem gradualmente o número de jogadores estrangeiros a partir da temporada 2020-21.

Segundo o acordo anunciado nesta terça-feira pela Assembleia dos Proprietários, para o ano de 2020-21 só poderão ser registrados 11 estrangeiros e nove na escalação titular.

No Apertura de 2019, foram permitidos até 13 estrangeiros, número que o Monarcas Morelia alcançou, por exemplo, dos quais só podem atuar nove.

Para a temporada 2021-22, se reduzirá a 10 e oito na escalação. Em 2022-23, serão nove no total e sete na escalação.

Martino propôs isso com o argumento que as oportunidades para mexicanos são reduzidas. As equipes do país concordaram em apoiar a seleção, que buscará uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio no ano que vem. Além disso, foi aprovada a formação de um comitê do futebol feminino.