<
>

Corinthians: quem são os jogadores que Tiago Nunes indicou para 2020

play
Corinthians já tem 'lista de compras' de Tiago Nunes com Pity Martinez, Luan, Taison e mais, revela Nicola (2:42)

Comentarista trouxe os desejos do clube alvinegro para a próxima temporada (2:42)

Um lateral-esquerdo, um meia e um atacante de velocidade são as prioridades de Tiago Nunes para o Corinthians de 2020. Jorge Nicola, comentarista dos canais ESPN, teve acesso aos nomes indicados pelo técnico para cada uma dessas posições.

Para a lateral, a lista do treinador tem três opções: Jorge, Dodô e Caio Henrique, que têm em comum o fato de pertencerem a clubes do exterior e estarem emprestados ao futebol brasileiro com contrato até o dia 31 de dezembro de 2019.

No meio-campo, como já noticiou o ESPN.com.br, a bola da vez é Luan, do Grêmio. Além dele, foram indicados Raphael Veiga, outro ex-Athletico-PR e atualmente no Palmeiras; e Pity Martinez, do Atlanta United-EUA e ex-River Plate-ARG.

|Calçade afirma que o maior problema do Corinthians é a 'administração amadora': 'Supera até a dívida do estádio'|

Já para um atacante de velocidade, Tiago Nunes apontou ao Corinthians Taison, do Shakhtar Donetsk-UCR; Pedro Rocha, do Cruzeiro, e Marcelo Cirino, do Athletico.

Além dos três setores, Tiago Nunes também identificou necessidades de um novo zagueiro e volante, mas se contentou com as voltas dos emprestados Pedro Henrique e Camacho, que estavam no Athletico-PR – onde trabalharam com o técnico.

Veja a situação dos indicados de Nunes por setor, segundo Nicola:

Lateral esquerda

Jorge pertence ao Monaco e defende o Santos, Dodô é da Sampdoria e atua no Cruzeiro, enquanto Caio Henrique tem seus direitos presos ao Atlético de Madrid e joga no Fluminense. Jorge é o mais caro e custa entre 5 e 6 milhões de euros. Já Dodô pode ser adquirido por algo na casa dos 3 milhões de euros, mas ganha R$ 625 mil mensais de salário. Caio Henrique é o mais barato, embora também interesse a outros times brasileiros.

Meio-campo

Raphael Veiga já está descartado, pois o Palmeiras se recusou a negociá-lo com um rival. Pity Martinez, por sua vez, é bem caro: o Atlanta só aceita vendê-lo pelos mesmos US$ 14 milhões (R$ 59,3 milhões) investidos para comprá-lo meses atrás. O Corinthians tenta um empréstimo.

Já Luan, do Grêmio, não deverá ficar em Porto Alegre, pois seu contrato se encerra em uma temporada. Ou seja, se não negociá-lo agora, o Grêmio o perderá de graça. A ideia alvinegra é envolver Luan em uma troca.

Ataque

Marcelo Cirino só será contratado se as tratativas com o Chongqing Lifan, da China, regredirem. O negócio está bem encaminhado.

Já Taison pertence ao Shakhtar Donetsk e vive sua temporada mais artilheira desde que chegou ao time ucraniano. O contrato do ex-atacante da seleção só termina em 2021, e o clube costuma ser complicado nas tratativas.

Por fim, Pedro Rocha pertence ao Spartak Moscou, da Rússia, e está emprestado ao Cruzeiro até 31 de dezembro. Ele certamente não ficará na Toca da Raposa em 2020 e o time russo pretende recuperar parte dos 12 milhões de euros investidos em sua compra, em 2017, junto ao Grêmio.

A opção alvinegra seria de um empréstimo, como fez o Cruzeiro, que desembolsou cerca de R$ 4 milhões para tê-lo por um ano. Mas há outro problema: seu salário é de aproximadamente R$ 1 milhão por mês e o Spartak não aceita ajudar.