<
>

Em jogo movimentado, Corinthians perde para o Atlético-MG no Independência

Na noite deste domingo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians visitou o Atlético-MG no Independência e acabou derrotado por 2 a 1. Em jogo com boas chances para os dois lados, a “lei do ex” castigou o Timão com o gol de pênalti de Fábio Santos, que decretou o resultado.

Com a derrota, o Corinthians perdeu a chance de garantir a classificação para a Libertadores. A equipe está na oitava colocação com 53 pontos, a quatro de vantagem sobre o Fortaleza, nono colocado. Já o Atlético vai para 45 pontos, na 14ª colocação, e se salva matematicamente do rebaixamento.

O Corinthians tem mais um confronto fora de casa na próxima rodada. Os comandados de Dyego Coelho voltam a campo nesta quarta-feira, às 19h30, em visita ao Ceará no Castelão. No mesmo horário, o Galo joga novamente no Independência, em duelo contra o Botafogo.

O jogo

A primeira grande chance do jogo foi do Galo, aos 11 minutos. Em contra-ataque rápido, Marquinhos entrou na área pela esquerda e finalizou para a defesa de Cássio, que mandou para escanteio. Na cobrança, Réver chegou a balançar a rede, mas a arbitragem marcou impedimento de Di Santo, que participou da jogada em posição irregular.

O Atlético aproveitava as falhas na saída de bola do Corinthians e conseguiu abrir o placar aos 18 minutos. Jair achou Marquinhos pela esquerda, que tocou para trás. Cazares apareceu pelo meio e mandou uma bomba no ângulo de Cássio.

O Timão não desanimou com o gol sofrido e tratou de empatar o jogo no minuto seguinte. Depois do rebote no chute de Gustavo, Janderson bateu de canhota para balançar a rede adversária. A bola ainda raspou na cabeça de Fábio Santos, ex-Corinthians, antes de entrar.

O Galo ainda acertou a trave com Jair, aos 38 e o Timão balançou as redes com Janderson novamente, mas a arbitragem assinalou impedimento. As duas equipes desceram para o intervalo depois de um primeiro tempo muito agitado no Independência.

Na segunda etapa, o ritmo diminuiu um pouco, e o Galo teve as melhores chances de gol. Quando imprimiu uma pressão maior, Cazares foi derrubado por Janderson dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, aos 28 minutos, Fábio Santos deslocou Cássio e colocou o Atlético na frente.

Depois do gol sofrido, Dyego Coelho até tentou colocar sua equipe mais à frente, com Boselli entrando na vaga de Júnior Urso. Ainda assim, as alterações não tiveram resultado, e o Corinthians saiu de campo derrotado.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 2 X 1 CORINTHIANS

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Data: 1º de dezembro de 2019 (domingo)

Horário: 18h (de Brasília)

Arbitragem: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Auxiliares: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rafael Trombeta (RJ)

VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Cartões amarelos: Fábio Santos, Patric e Maicon (Atlético-MG); Gustavo (Corinthians)

Gols: Cazares, aos 18 do 1ºT (Atlético-MG) e Fábio Santos, aos 28 do 2ºT; Janderson, aos 19 do 1ºT (Corinthians)

ATLÉTICO-MG: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Zé Welison e Jair (Otero); Luan, Cazares (Ramón Martínez) e Marquinhos; Di Santo (Leonardo Silva)

Técnico: Vagner Mancini

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Carlos Augusto; Gabriel e Júnior Urso (Boselli); Janderson (Vagner Love), Pedrinho e Clayson (Mateus Vital); Gustavo

Técnico: Dyego Coelho