<
>

Flamengo foi 'responsável' por cinco quedas de técnicos em 2019

Luiz Felipe Scolari, Alberto Valentim, Fabio Carille, Adilson Batista e agora Mano Menezes.

Todos esses técnicos têm algo em comum: foram demitidos após uma derrrota para o Flamengo em 2019.

O clube rubro-negro vive uma temporada mágica, com título Estadual, Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores. E viu cinco técnicos rivais caírem de seus cargos logo após uma derrota para o esquadrão flamenguista.

ALBERTO VALENTIM

No comando do Vasco no começo do ano, Alberto Valentim levou o time até a final do Campeonato Carioca contra o Flamengo. Após duas derrotas por 2 a 0 para o time rubro-negro, ainda comandado por Abel Braga, Valentim foi demitido.

SCOLARI

No dia 1 de setembro, no Maracanã, o Flamengo, já comandado por Jorge Jesus, massacrou o Palmeiras no Maracanã por 3 a 0. No dia seguinte, a diretoria alviverde optou pela demissão de Luiz Felipe Scolari e trouxe Mano Menezes para o seu lugar.

CARILLE

No dia 3 de novembro, também no Maracanã, o Fla de Jesus enfiou 4 a 1 no Corinthians. No mesmo domingo, o time paulista anunciou a demissão de Fabio Carille do comando técnico.

ADILSON BATISTA

Na última quarta-feira, o Flamengo aplicou um 4 a 1 diante do Ceará na partida em que levantou a taça de campeão do Brasileiro, mesmo já tendo garantido o título no domingo anterior. Depois do jogo, a equipe cearense viu Adilson ser demitido.

MANO MENEZES

Contratado em setembro como substituto de Felipão, Mano Menezes caiu pelo mesmo "veneno". O técnico foi desligado do Palmeiras depois de perder por 3 a 1 para o Flamengo de Jesus em pleno Allianz.