<
>

No Bola da Vez, Carille reclama da imprensa no caso Vital e diz: como técnico, ainda é 'imaturo'

Fábio Carille foi demitido do Corinthians no começo do mês de novembro depois da derrota por 4 a 1 para o Flamengo no Brasileirão. Agora, semanas depois de deixar o clube, o treinador é o convidado do programa Bola da Vez dos canais ESPN, admitiu ter sido "imaturo" e falou sobre as críticas que fez ao próprio time.

O programa Bola da Vez com o ex-técnico do Corinthians vai ao ar à meia-noite de sábado para domingo, na ESPN Brasil e no WatchESPN.

"Sei muito bem o que eu falei. Quando eu falei de vergonha, e peguei para ver outra vez, disse que 'parece um time que não treina'. E quem é que treina? Então, estava falando de vergonha do meu trabalho", disse o técnico de 46 anos, se referindo à entrevista coletiva que deu dias antes da demissão.

Carille também relembrou o caso envolvendo Mateus Vital e Pedrinho, quando o treinador disse que o Corinthians tinha muitos "meninos" em campo na derrota para o Independiente del Valle na Copa Sul-Americana. Na época, os jogadores não teriam gostado das críticas.

"Teve o episódio do Vital... De imaturo, essas coisas. Eu também sou imaturo ainda, não tem problema nenhum ser imaturo. E algum repórter pega ele ali fora, faz uma pergunta de outra forma, ele meio que rebate. No outro dia, o Vital vai atrás de mim no CT: 'Pô, desculpa, dei uma resposta. Depois fui ver a entrevista e não tinha nada a ver do que tinham me passado'. São coisas que acontecem", explicou.

"Eu, como técnico, sou imaturo. Estou começando. Um aprendizado grande", completou Carille.