<
>

Corinthians produz conteúdo emocional com atletas e funcionários sobre situações de racismo

O Corinthians colocou no ar, nesta quarta, 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, uma material em vídeo especial para a data.

Extremamente bem realizado e tocante, o vídeo permite que funcionários e atletas do clube relatem momentos em que foram vítimas de racismo e seus sentimentos diante dos incidentes.

Júnior Urso, do futebol, relata um caso ocorrido com ele na China.

"É uma dor diferente de todas as outras dores", explica.

Suellen Rocha, também do futebol, conta um caso em que foi chamada de "neguinha fedida" por uma colega de infância.

Kyle Fuller, do basquete, relembra quando uma crush de infância foi proibida de falar com ele.

Além deles, Henrique, do Futsal e Rafael Garcia, fisioterapeuta do basquete, também debatem o tema. Outros funcionários negros do clube, de diversos departamentos, também aparecem no material, que pode ser visto abaixo: