<
>

Manchester City não será banido de competições europeias por Fair Play Financeiro, crava site

O Manchester City não será banido de competições europeias na próxima temporada. É essa a informação que crava o site The Athletic nesta quinta-feira, afirmando que o clube inglês receberá apenas uma multa no caso do Fair Play Financeiro da Uefa.

A conclusão da investigação será anunciada no próximo mês pela câmara de adjudicação do quadro de controle financeiro dos clubes da Uefa. Muitos esperavam uma punição mais severa à equipe inglesa depois das revelações feitas pela revista alemã Der Spiegel, com e-mails que indicavam uma quebra das normas.

A decisão deve trazer insatisfação em importantes entidades do futebol europeu e até pedidos para que a Uefa admita que o atual sistema do Fair Play Financeiro não é mais eficiente, informa o The Athletic. A compreensão é de que se tornou impossível fiscalizar as finanças.

É possível também que alguns clubes recorram da decisão por consideraram a pena muito branda.

As regras da Uefa determinam que os clubes não podem gastar mais do que faturam, com permissão apenas de uma quantia limitada que os donos podem colocar do próprio bolso.

E-mails vazados para a revista Der Spiegel, entretanto, dão indícios de que dinheiro do Abu Dhabi United Group – companhia do dono do Manchester City, o xeque Mansour – foi enviado para o clube disfarçado como patrocínio da empresa Etihad.

Os valores chegariam a até 51 milhões de libras (cerca de R$ 275 milhões na cotação atual).

O Manchester City já havia sido punido com uma multa em 2014 por violar o Fair Play Financeiro da Uefa.