<
>

Sport bate o Botafogo-SP, adia título do Bragantino e põe um pé na Série A

Divulgação

O Sport conseguiu um importante triunfo para ficar muito próximo do acesso e seguir com esperanças de título na Série B. Nesta quarta-feira, o time de Guto Ferreira aproveitou as chances criadas e venceu o Botafogo-SP fora de casa, no Estádio Santa Cruz, por 2 a 0, em duelo válido pela 35ª rodada.

Em um primeiro tempo que os mandantes construíram as melhores oportunidades, o Sport foi cirúrgico para sair na frente. Após cruzamento de Guilherme pela ponta esquerda, Elton cabeceou firme, sem chances de defesa para Darley.

Na segunda etapa, o Sport contou com o brilho de Guilherme, um dos destaques da Série B, para sacramentar o triunfo. Elton enfiou bola para o atacante, que driblou o arqueiro Luan Polli e empurrou para o gol.

Com o resultado, o Sport abre vantagem na segunda posição, vai aos 63 pontos e adia o título do Bragantino, que torcia por um tropeço dos pernambucanos para ser campeão já nesta quarta-feira. O Bragantino tem 71 pontos faltando três rodadas.

Agora, os comandados de Guto Ferreira voltam a campo neste domingo, às 16 horas (de Brasília), quando enfrentarão o Vila Nova na Ilha do Retiro precisando de uma vitória para confirmar o acesso. Dependendo dos resultados, até um empate vale o retorno à elite nacional.

O Botafogo-SP, por sua vez, amarga a quinta partida sem vitória, estaciona nos 47 pontos, segue na 10ª colocação e não tem mais chances de conseguir o acesso.

Sem ambições na competição, o time de Hermerson Maria cumpre tabela diante do Londrina, neste sábado, às 19 horas (de Brasília).

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO-SP 0 X 2 SPORT

Local: Estádio Santa Cruz, Ribeirão Preto (SP)
Data: 13 de novembro de 2019, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Arbitragem: Rafael Traci (SC)
Auxiliares: Helton Nunes (SC) e Johnny Barros de Oliveira (SC)
Cartões amarelos: Didi (BOT). Guilherme Lazaroni (SPO)
GOLS: SPORT: Elton, aos 21 minutos do 1°T, e Guilherme, aos 13 minutos do 2°T.

BOTAFOGO-SP: Darley; Lucas, Didi, Leandro Amaro e Pará; Willian Oliveira e Marlon Freitas (Júlio César); Felipe Saraiva (Henan), Nadson (Higor Meritão) e Bruno José; Bruno Moraes. Técnico: Hemerson Maria

SPORT: Luan Polli; Raul Prata, Rafael Thyere, Adryelson e Guilherme Lazaroni; Willian Farias, Yago (Ronaldo), Hyuri e Marquinho (Léo Artur); Guilherme (Marcão Silva) e Elton. Técnico: Guto Ferreira