<
>

São Caetano se afunda em crise, e elenco pede socorro a herdeiro das Casas Bahia: 'Famílias passando por dificuldades'

Uma das maiores sensações do futebol brasileiro no começo dos anos 2000, o São Caetano viveuma grave crise financeira e política.

O elenco gravou um vídeo como apelo a Saul Klein, herdeiro das Casas Bahia, e antigo mecenas do Azulão.

A equipe do ABC tem dívidas que estariam atrapalhando o pagamento dos salários.

"Saul, estamos reunidos aqui hoje porque ultimamente tem havido muitas promessas, principalmente do nosso presidente, mas hoje chegamos à conclusão que, se depender dele, ninguém vai conseguir receber salário. Estamos fazendo este vídeo até como desabafo, porque infelizmente nossas famílias estão passando por dificuldades. Temos cumprido com nosso dever, estamos fazendo esse vídeo para demonstrar nossa insatisfação com nosso presidente e pedir uma ajuda, porque sabemos que, sem o senhor, infelizmente, o São Caetano não anda", desabafou o meia Esley.

Klein foi o principal mecenas do clube em sua época de ouro, que teve os vice-campeonatos da Copa João Havelange (2000), do Campeonato Brasileiro e da Libertadores (2002), além de ter faturado o Paulista (2004).

"Imploramos aqui para o senhor, porque temos feito nosso melhor. Pode ficar tranquilo que no sábado vamos fazer nosso melhor. Que o senhor possa olhar neste momento difícil por nós e nossas famílias. Sem o senhor aqui, infelizmente, o São Caetano não é nada", disse.

O São Caetano venceu a primeira partida da final da Copa Paulista contra o XV de Piracicaba por 3 a 2. Com o resultado, o Azulão pode empatar o jogo de volta, sábado, às 17h, no Anacleto Campanella, para ser campeão.

Quem vencer o torneio poderá escolher se disputará a Copa do Brasil ou o Campeonato Brasileiro da Série D da próxima temporada. O