<
>

Presidente do Barcelona banca técnico, volta a falar de Neymar e 'contrato vitalício' para Messi

Lionel Messi é "questão de Estado" no Camp Nou.

O craque argentino, cujo contrato com o Barcelona termina em junho de 2021, já expressou em diversas oportunidades sua intenção de continuar vestindo azul-grená além desta data. Algo que não foge do conhecimento do clube, cujo presidente, Josep Maria Bartomeu, tem entre seus maiores objetivos assegurar a permanência do capitão até o final de sua carreira.

Bartomeu se referiu a Messi em uma entrevista concedida à agência de notícias AP, na qual assegurou que o argentino "seguirá ligado ao Barça durante toda sua carreira" e assegurou que sua intenção é de apresentar a ele "um contrato indefinido".

Essa é uma velha aspiração pessoal que planeja o mandatário há mais de três anos, como adianto a ESPN em abril deste ano.

Em maio de 2016, o Barcelona negociava a renovação do futebolista até, trato que foi fechado um ano e meio mais tarde, com o objetivo de, a partir daí, oferecer este "contrato indefinido" ao que se referiu Bartomeu.

"O contrato de Messi termina em 2021, mas provavelmente será a vontade de todas as partes, se ele se sentir forte e com ambição, de ampliar esse contrato indefinidamente", afirmou o cartola.

"Sempre faço uma comparação com Pelé. Pelé era um homem de um clube só. Não tenho dúvidas de que, quando Messi terminar sua carreira como futebolista, seguirá vinculado a este clube pelo resto de sua vida", acrescentou Bartomeu, esquecendo-se que o "Rei do Futebol" jogou pelo New York Cosmos, dos Estados Unidos, após deixar o Santos.

O presidente ainda salientou que o Barça já está se preparando para a era pós-Messi.

"Há outro jogadores jovens que virão. Virão reforços estrangeiros, mas também reforços de La Masia. E estamos muito felizes", complementou, dizendo ainda que "nas duas próximas duas ou três temporadas, nosso líder seguirá sendo Messi".

BANCOU VALVERDE E CITOU NEYMAR

Na mesma entrevista, o chefão do Barcelona não alimentou rumores a respeito de um possível retorno de Neymar.

Depois dos ocorridos na última janela de transferências, Bartomeu limitou-se a dizer que o brasileiro "ainda é jogador do PSG" e proclamando que "o Barça tem o máximo respeito com o clube francês e seus jogadores".

Sobre o técnico Ernesto Valverde, constantemente ameaçado de demissão nos últimos dias, o presidente assegurou que o comandante ficará ao menos até o final desta temporada.

"Valverde é o treinador ideal para liderar esta combinação que temos hoje, que é a de uma geração de jogadores já com certa idade e que teve muito êxito com outra geração de atletas promissores", elogiou.