<
>

Torcida do Inter protesta no Beira-Rio durante treino: 'Acabou a paz, mercenários'

play
Lomba pede para falar no Inter, se desculpa com Luciano e reconhece que extrapolou em lance da expulsão (4:46)

Goleiro fez um pronunciamento autêntico nesta segunda-feira, após derrota do Inter no Gre-Nal (4:46)

Após a derrota contra o Ceará, o Internacional conheceu seu terceiro jogo sem triunfo e despencou na tabela de classificação. Querendo reencontrar o caminho das vitórias, Zé Ricardo encerrou, na manhã deste sábado, a preparação para enfrentar o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. O treinamento com os portões fechados, realizado no Beira-Rio, foi marcado pelo protesto da torcida do Colorado.

Cerca de 100 torcedores compareceram ao pátio do estádio para pedir a saída de Roberto Melo, vice-presidente de futebol do clube. Além disso, os presentes chamaram os jogadores de mercenários e pediram para que honrassem a camiseta do Inter.

As faixas dos protestantes estampavam os seguintes dizeres: “Acabou a paz, mercenários”, “Fora Melo”, “Covarde$”.

Viaturas e motos da Brigada Militar chegaram ao local 15 minutos após o início do protesto e os oficiais fizeram um cordão de isolamento. Momentos depois, o Batalhão de Choque chegou ao estádio para auxiliar o patrulhamento.

Apesar da sequência ruim, o Internacional está apenas dois pontos atrás do Corinthians, último time da zona de classificação para a Libertadores. Diante disso, caso o Colorado vença o Fluminense, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Beira-Rio, uma combinação de resultados pode colocar a equipe de volta no G6.