<
>

Em aniversário de 30 anos da queda, Muro de Berlim é recriado antes de Hertha x Leipzig

play
Muro de Berlim caiu há 30 anos, mas diferenças dentro e fora de campo na Alemanha seguem até hoje (2:11)

Bundesliga vê diferenças de times da antiga Alemaha Ocidental e Oriental (2:11)

No aniversário de 30 anos da queda do Muro de Berlim, o Campeonato Alemão não ficou indiferente. Antes de a bola rolar no Estádio Olímpico da capital germânica para Hertha Berlin x RB Leipzig a barreira foi recriada no centro do local.

"Juntos contra muros, juntos por Berlim", diz as palavras no muro improvisado. Outra barreira na pista de atletismo tinha a mensagem: "Berlim permanece firme".

Além disso, torcedores do Hertha prepararam um mosaico do Portão de Bradenburgo, principal ponto turístico da cidade.

A equipe da casa ainda foi a campo com um unforme especial dedicado à data.

Os jogadores das duas equips saíram do túnel dos vestiários junto a um Trabant, um automóvel produzido na Antiga Alemanha Oriental.

As partes do muro, então, foram tiradas ao som de ‘Heroes’, uma música de David Bowie gravado no Hansa Studios, em Berlim, em 1977.

“Muitos de nossos membros e torcedores foram afetados diretamente quando o muro foi construído em 1961”, afirmou o dirigrente Paul Keuter, do Hertha, à ESPN. “Como um clube com longa tradição e parte integrante de Berlin, estes momentos históricos de nossa cidade têm grande relevância para nós”.

“A história mostra que muros, especialmente aqueles em nossas mentes, nunca foram uma boa solução. Pelo contrário, eles trazem sofrimento e dano. Aqui em Berlim, sabemos que muros não são solução.”

O Hertha foi fundado no fim do século 19 no qual viria a se tornar o leste da Alemanha depois da Segunda Guerra Mundial. Posteriormente, foi realocado ao oeste.

O Leipzig, seu adversário nesta data marcante, é o time da antiga Alemanha Oriental que conseguiu maior sucesso desde a reunificação.

Com informações de Stephan Uersfeld