<
>

Valentim tenta primeira vitória no Botafogo em jogo contra o CSA

Foto: Vitor Silva/Botafogo.

O Botafogo não faz um bom returno e despencou na classificação do Campeonato Brasileiro. Agora, próximo da zona de rebaixamento, a equipe alvinegra terá a chance de se afastar do grupo dos quatro últimos nesta segunda-feira, quando recebe o CSA, no Nilton Santos.

Os botafoguenses confiam em uma reviravolta após a chegada do técnico Alberto Valentim, que estreou na derrota para o Vasco, no meio de semana. Do outro lado, os alagoanos buscam um bom resultado para deixar a degola.

No Botafogo, o clima é de tensão pela sequência de maus resultados e a aproximação da zona de rebaixamento. O confronto contra o CSA é considerado fundamental para a retomada das vitórias na Série A.

“É vencer ou vencer. Não de qualquer jeito, com responsabilidade. Confronto direto contra o CSA, temos que ganhar para quem está embaixo não encostar na gente. A gente conversa entre si. Tivemos boas atuações, mas nem sempre as coisas acontecem. É não se abalar com o momento e buscar a reação contra o CSA”, disse o zagueiro Marcelo Benevenuto.

O defensor minimizou o fato do Botafogo entrar em campo pressionado pela necessidade do resultado e o pouco tempo de trabalho sob o comando do técnico Alberto Valentim.

“Pressão a gente vive o ano todo. Se ganha está tudo tranquilo, quando perde o mundo está acabando. Não vejo outro resultado contra o CSA que não a vitória. O Valentim conhece o elenco e isso facilita o trabalho. Temos o jogo contra o CSA para sair dessa situação complicada”, declarou.

Para esta partida, Valentim sabe que não poderá contar com o atacante Rodrigo Pimpão, que sofreu uma lesão no joelho no clássico contra o Vasco. Além dele, Gabriel também deixou o campo com um problema físico. O zagueiro dificilmente terá condição de atuar contra o CSA, mas a equipe alvinegra terá o retorno de Joel Carli. Outro que volta é o goleiro Gatito Fernández, que estava com a seleção paraguaia.

O CSA vem mostrando que pode deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A equipe alagoana tem pontuado, principalmente em casa, e pode deixar a degola em caso de vitória. O técnico Argel Fucks destacou que os visitantes poderiam estar melhores se tivessem tido mais atenção longe de Maceió.

“Temos feito bons jogos fora de casa, mas não temos pontuado. Tinha uma vitória na mão contra o São Paulo e deixamos escapar aos 43 minutos. Tínhamos um empate com o Bahia na mão e tomamos um gol de falta aos 43 minutos. Contra o Goiás, tinha um jogo controlado e podia, no mínimo, ter empatado. Só aí são cinco pontos. Precisamos melhorar um pouquinho fora de casa”, disse.

A notícia ruim para a torcida do CSA é o grande número de desfalques. Argel Fucks listou os jogadores que estão fora da partida desta segunda-feira.

“Ricardo Bueno está machucado, Jordy está machucado, Didira está machucado, Jean Cléber está machucado e Euller está machucado. E agora, mais o Bustamante. Então, isso é a sequência de jogos, é muito forte. A gente tem confiança total em todos os jogadores, a gente vai usar quem tem – declarou.

Para o confronto contra o Botafogo, Argel perdeu Bustamante. Bruno Alves e Warley brigam por um lugar na equipe titular. No restante, a formação deve ser a mesma do empate com o Atlético-MG.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO X CSA

Local: estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 21 de outubro de 2019, segunda-feira

Hora: 20h (de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Marcelo Benevenuto (Joel Carli), Gabriel e Yuri; Cícero, Gustavo Bochecha e João Paulo; Valencia, Luiz Fernando e Diego Souza

Técnico: Alberto Valentim

CSA: João Carlos, Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; João Vítor, Naldo e Jonathan Gomez; Apodi, Bruno Alves (Warley) e Alecsandro

Técnico: Argel Fucks