<
>

Klopp, do Liverpool, chama United de retranqueiro, Solskjaer rebate e até Mourinho entra na discussão

Em um grande clássico pela Premier League, o Manchester United recebeu o Liverpool em Old Trafford, no último domingo, e ficou no empate por 1 a 1, pela 9ª rodada da competição.

Após a partida, as coletivas dos técnicos Jurgen Kloop, dos Reds, e Ole Gunnar Solskjaer, dos "Diabos Vermelhos", foram quentes.

A primeira foi do alemão, que acusou o rival de ser retranqueiro e há muito tempo só querer saber de se defender, algo que, em sua opinião, não condiz com o tamanho do United.

Questionado se ele fica "frustrado" ao ver os Red Devils jogando da seguinte forma, Klopp foi sincero.

"Não sou eu quem tem que ficar frustrado com o estilo do United. Nos últimos anos, eles só se defendem. A verdade é essa. Não é uma crítica. É simplesmente um fato, uma constatação", disparou.

"Quando você pensa em um United x Liverpool, pensa que os dois times tentarão atacar, mas, hoje, a coisa não é assim", lamentou.

Na sequência, quem falou foi Solskjaer, que discordou completamente da análise do técnico rival.

"Eu coloquei o time para atacar, para ser agressivo e para criar chances, e acredito que foi o que fizemos hoje", afirmou o norueguês, que considerou sua equipe merecedora da vitória.

"Fiquei desapontado com o resultado por causa dos jogadores. Acho que, pelo esforço que eles fizeram, e pela força dos nossos torcedores, que eles mereciam mais do que um ponto. Levar um gol ainda no fim do jogo deixa tudo pior", observou.

"Eles nos pressionaram um pouco no final, mas não acho que criaram muitas chances. Absorvemos bem a pressão o jogo todo, mas, infelizmente, num lapso de concentração tomamos o gol. Esse é o nível da Premier League, não há espaço para erro", acrecentou.

E depois de ouvir a opinião de Klopp e Solskjaer, que resolveu entrar na discussão foi o português José Mourinho, que atualmente está atuando como comentarista para o canal Sky Sports.

O Special One deu mais razão ao norueguês do que ao alemão, dizendo que o treinador do Liverpool deveria saber o que o esperava em Old Trafford ao invés de reclamar.

"Klopp não gostou do cardápio... Ele gosta de carne, mas serviram peixe", ironizou Mou, que foi ovacionado pela torcida dos Red Devils ao ser avistado na cabine do canal de televisão inglês.

"O United, com as limitações que possui no momento, jogou com uma linha de cinco na defesa, foi sólido e não deu chances para as jogadas de transição", analisou.

"Enquanto isso, o Liverpool não teve qualidade para jogar contra um time com linha baixa de marcação. Eles vinham em um fantástico recorde de vitórias, mas seguem tendo limitações contra equipes que usam linhas baixas. A verdade é que eles esmagam os oponentes, mas só quando os adversários jogam da maneira que eles querem que jogue", prosseguiu.

"Jurgen claramente está frustrado, já que queria ter vencido em Old Trafford, um lugar especial para vencer, mas até agora ele nunca conseguiu isso", finalizou, com uma leve alfinetada.

O resultado de domingo manteve os Reds na ponta da Premier League, mas a vantagem para o vice-líder Manchester City caiu para 6 pontos.

Já o United segue no meio da tabela, em 13º lugar e ainda em crise.

PRÓXIMOS JOGOS

As duas equipes voltam a campo por competições europeias no meio da semana.

Quinta-feira, 13h55, Partizan Belgrado x Manchester United, Liga Europa

Quarta-feira, 16h, Genk x Liverpool, Champions League

Pela Premier League, os próximos compromissos são os seguintes:

Domingo, 13h30, Liverpool x Tottenham

Domingo, 13h30, Norwich x Manchester United