<
>

Palmeiras: Deyverson admite que briga com Flamengo pelo título ficou difícil: 'Dez pontos é muita coisa'

Deyverson estava com sentimentos divididos após o Palmeiras empatar com o Athletico-PR por 1 a 0, em Curitiba. Havia um misto de empolgação pelo gol que marcou e evitou a derrota --além de encerrar um jejum de 13 jogos-- e decepção por causa da situação no Campeonato Brasileiro.

O time alviverde se manteve na segunda colocação e foi para 54 pontos, mas o Flamengo, que derrotou o Fluminense, abriu dez de vantagem na ponta da competição.

"Sabemos que jogar aqui [em Curitiba] é difícil. É uma equipe qualificada. Dei meu máximo, até a última gota de suor... Dez pontos realmente é muita coisa, mas a gente acredita pela equipe que temos, com grandes jogadores", disse em entrevista na saída do campo para a TNT.

O atacante, que tem sete tentos na atual temporada, acabou aproveitando a entrevista para falar da própria má fase.

"Não passei uma fase muito boa e a minha comemoração ali não foi por causa do torcedor criticar. Foi para mim mesmo. É um momento complicado. Eu entrava e não jogava bem. Sou homem para me criticar quando não estou bem. O torcedor ama o clube, e aqui é amor e ódio. Sou grato por tudo que fizeram por mim", disse.

Ao finalizar, prometeu que, mesmo com as dificuldades, o Palmeiras tentará brigar pela taça.

"Dez pontos é muita coisa, mas não é impossível para Deus. A equipe do Flamengo vive um bom momento. Isso acontece. Mas no futebol você nunca pode abaixar a cabeça. Futebol muda de um dia pra noite", disse.