<
>

Brigas do mercado: fortuna do City x Real por estrela, City versus Barça por promessa

A janela de transferências será reaberta em janeiro na Europa, e o Manchester City se prepara para “batalhas” contra rivais de peso no continente: Real Madrid e Barcelona.

O mercado reabre em 1º de janeiro na Inglaterra e no dia seguinte na Espanha. Até lá, um mundo de especulações vai dominar o noticiário, mas tudo leva a crer que o trio de gigantes europeus terão duelos regados a euros pela frente.

O City está se preparando para oferecer a Raheem Sterling um contrato milionário, na casa de 450 mil libras por semana, mais de R$ 2,1 milhões. O motivo, de acordo com o “Sunday Express”, é impedir propostas do Real Madrid, que “flerta” com o atacante desde a saída de Cristiano Ronaldo do Bernabéu.

Sterling, de 24 anos, assinou uma extensão de contrato pela última vez em novembro de 2018, mas com o interesse do Real, os campeões da Premier League estão dispostos a aumentar seu salário em mais 50% e torná-lo o jogador mais bem pago do clube.

Já com o Barcelona a briga é outra: os clubes estão entre os interessados em Albert-Mboyo Sambi Lokonga, meia de 19 anos e candidato a estrela que atua no Anderlecht.

Segundo o jornal “Marca”, o belga pode falar com clubes estrangeiros em janeiro sobre uma possível transferência gratuita no verão europeu, ou seja, no meio de 2020. Caso os rivais queiram contratar a promessa em janeiro, o valor giraria em torno de 5 milhões de euros, quase R$ 23 milhões, considerado uma pechincha pelo potencial de Lokonga.