<
>

Klopp detona VAR por não anular gol adversário, e técnico do United se revolta: 'Não jogamos basquete'

play
André Kfouri vê gol do United como irregular, aponta VAR inglês como melhor, mas afirma: 'Está pecando pelo oposto' (3:23)

Comentatrista analisou o polêmico lance de Manchester United 1 x 1 Liverpool (3:23)

Em um grande clássico pela Premier League, o Manchester United recebeu o Liverpool em Old Trafford, neste domingo, e ficou no empate por 1 a 1, pela 9ª rodada da competição.

Os Red Devils saíram na frente com Rashford, em um lance em que houve muita reclamação dos Reds por suposta falta de Lindelof em Origi no início do lance.

No segundo tempo, o técnico Jurgen Klopp mexeu bem no Liverpool e viu seu time achar o empate com Lallana, justamente um dos que colocou em campo, e quase virar com Chamberlain, outra de suas substituições.

Após a partida, o treinador alemão reclamou muito do VAR por não ter anulado o tento de Rashford.

"Tem um problema claro com o VAR. Eu não estou bravo, mas vi claramente que foi falta. É que na Inglaterra muitas vezes as pessoas dizem: 'ah, fique quieto, isso é futebol de verdade, com contato'. Mas agora ficou assim: as pessoas têm que tomar uma decisão e não tomam mais", afirmou.

"O erro de hoje foi tão grave quanto o pênalti que ignoraram para o Manchester City ontem. Foi um pênalti claro, eles olharam no VAR e não deram", recordou.

Na sequência, o treinador dos Red Devils, Ole Gunnar Solskjaer, mostrou indignação e rebateu o comentário do colega de profissão.

"Sem chance (de ter sido falta em Origi)! Não estamos jogando basquete", disparou.

"Ele (Lindelof) tocou em Origi, mas não foi o suficiente para derrubá-lo. Não foi um erro claro e óbvio. Não foi falta", cravou.

O resultado deste domingo mantém os Reds na ponta da Premier League, mas a vantagem para o vice-líder Manchester City caiu para 6 pontos.

Já o United segue no meio da tabela, em 13º lugar e ainda em crise.