<
>

Ponte Preta sai na frente, mas fica no empate contra o Bragantino em Campinas

Neste sábado, pela 30ª rodada da Série B, Ponte Preta e Bragantino ficaram no 1 a 1 no Moisés Lucarelli. Em jogo sob forte calor em Campinas, as duas equipes não criaram muitas chances claras de gol.

Com o resultado, a Ponte segue no meio de tabela, na 9ª colocação, com 41 pontos. Já o Bragantino segue tranquilo na liderança da competição, com 59.

O líder volta a campo na próxima sexta-feira, às 21h30, quando encara o Vila Nova, em Bragança Paulista. Já a Ponte só retorna aos gramados no próximo domingo, às 16h, para encarar o Vitória no Moisés Lucarelli.

Com forte calor em Campinas, as equipes fizeram um jogo amarrado na primeira etapa. Quem teve as melhores chances de abrir o placar foi o Bragantino, com as chegadas de Ytalo e Uillian Correia, mas em ambas o goleiro Ivan salvou a Ponte.

Na segunda etapa, a Ponte voltou melhor no jogo e conseguiu inaugurar o marcador. Aos 16 minutos, Roger estava esperto e aproveitou a falha da zaga para pegar a sobra e finalizar com categoria no contrapé de Júlio César.

Depois do gol, o jogo voltou a ficar amarrado no Moisés Lucarelli. Ainda assim, o Bragantino conseguiu achar espaço para igualar o placar. Aos 34, Thiago Ribeiro aproveitou o rebote do goleiro Ivan, no chute de Claudinho, e só empurrou para o fundo da rede.

A partir de então, poucas chances para os dois lados, e clima quente entre os jogadores. Já na reta final da partida, aos 44, Rafael Carioca se desentendeu com Longuine, deixou a mão no rosto do adversário, e acabou expulso pelo árbitro Vinícius Furlan.

FICHA TÉCNICA:
PONTE PRETA 1 X 1 BRAGANTINO

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 19 de outubro de 2019 (sábado)
Horário: 16h30 (de Brasília)
Arbitragem: Vinícius Furlan (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
Cartões amarelos: Guilherme Guedes, Washington e Vico; Aderlan, Rafael Carioca e Ricardo Ryller (Bragantino)
Cartões vermelhos: Rafael Carioca
Gols: Roger, aos 16 do 2ºT (Ponte Preta); Thiago Ribeiro, aos 34 do 2ºT (Bragantino)

PONTE PRETA: Ivan, Diego Renan, Renan Fonseca, Airton e Guilherme Guedes; Washington, Edson (Rafael Longuine), Renato Cajá (Camilo) e Araos (Dadá); Vico e Roger. Técnico: Gilson Kleina

BRAGANTINO: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz (Rayan), Ligger e Rafael Carioca; Ricardo Ryller (Thiago Ribeiro), Uillian Correia e Claudinho; Wesley (Pedro Naressi), Ytalo e Matheus Peixoto. Técnico: Antonio Carlos Zago