<
>

Oposição do Palmeiras festeja fase 'passional' de presidente do Conselho contra Galiotte e Mattos

play
Edu de Meneses: Galiotte ignora pressão, e Mattos já participa de planos do Palmeiras para 2020 (3:21)

Segundo o repórter, o zagueiro Gustavo Henrique, do Santos, está na mira do clube para a próxima temporada. (3:21)

Segundo fontes ouvidas pela ESPN, nos bastidores do Palmeiras os opositores vêm comemorando muito a fase “passional” do presidente do Conselho Deliberativo do clube, Seraphim Del Grande, contra seus próprios aliados da situação, principalmente o presidente Maurício Galiotte e o diretor de futebol Alexandre Mattos.

De acordo com conselheiros, as “atitudes passionais” de Del Grande, que se manifestou contra Galiotte e Mattos nas últimas semanas em um áudio vazado e também em uma polêmica entrevista à Rádio Globo, estão agitando o grupo da situação e colocando mais lenha na sempre aquecida fogueira política da equipe alviverde.

No áudio vazado em 3 de setembro, Del Grande detonou a gestão de Mattos em 2019 e criticou muito a contratação do técnico Mano Menezes, dizendo que ela levaria o Palmeiras “ao caos”.

Galiotte preferiu não reagir em um primeiro momento, deixando a poeira baixar e depois selando a paz com o presidente do Conselho em um jantar, já que ambos fazem parte do mesmo grupo político.

Na última quarta, porém, Seraphim deu entrevista forte, dizendo que a patrocinadora máster e conselheira do Verdão, Leila Pereira, estava “insatisfeita” com o trabalho de Mattos, chamando a temporada de 2019 de “fracasso”.

Mais uma vez, a fala caiu mal entre os membros da situação e foi plenamente comemorada pela oposição, que segue torcendo por novos ataques de Del Grande contra seus aliados.

Segundo apurou a reportagem, Galiotte, como fez da primeira vez, não irá se manifestar publicamente contra Seraphim. Além disso, é certo que seguirá com Alexandre Mattos no cargo, ao menos até o fim do ano.

O presidente do Conselho Deliberativo, aliás, acumula uma série de brigas em seus muitos anos na política palmeirense.

Essa não foi a primeira vez que ele disparou contra seus aliados, já tendo passado por conflitos parecidos com outros nomes famosos dos bastidores do time.

De acordo com conselheiros da situação ouvidos pela ESPN, o grupo segue em sua grande maioria unido ao redor de Galiotte, aprovando as atitudes do atual presidente, enquanto uma minoria tem questionado o mandatário nas últimas semanas, principalmente sobre Mattos.