<
>

Barcelona diz que era contra adiamento de clássico com Real Madrid e propõe nova data após fase de grupos da Champions

O clássico entre Barcelona e Real Madrid, que estava marcado para o sábado, dia 26 de outubro, foi oficialmente adiado nesta sexta-feira pela Real Federação Espanhola de Futebol. Após a decisão, o clube catalão divulgou um comunicado oficial, no qual se mostrou contrariado.

A suspensão do duelo se dá pelo conturbado momento político vivido na Catalunha, onde acontecem protestos contra a prisão de líderes separatistas. A torcida do time azul-grená é reconhecida por apoiar a causa, ao passo que o rival da capital Madri é visto como um representante da realeza espanhola.

No comunicado, o Barcelona afirma que informou LaLiga na última quinta-feira que se recusava a jogar o clássico no Santiago Bernabéu, como foi sugerido pela entidade, e que desejava manter a data original.

“O clube tem a confiança absoluta na atitude cívica e pacífica de sua torcida, que sempre se expressa no Camp Nou de maneira exemplar”, diz o comunicado.

Dado o adiamento, o Barcelona propôs então uma nova data: 18 de dezembro. Seria a penúltima partida do ano de 2019, numa quarta-feira, entre os confrontos de LaLiga contra Real Sociedad e Alavés. A fase de grupos da Champions League já terá se encerrado.

“O clube lamenta as inconveniências que este adiamento pode ocasionar aos sócios, torcedores organizados e torcedores comuns, e informa que já ativou os procedimentos necessários para devolver o dinheiro dos ingressos adquiridos a partir de segunda-feira”, informou o clube.

A Real Federação Espanhola de Futebol determinou que os dois clubes cheguem a um acordo sobre a nova data até 10h (horário de Madri) do dia 21 de outubro, ou ela mesma definirá o dia do clássico.