<
>

Corinthians busca empate com Goiás aos 52 do 2º tempo em jogo com brilho de jovens e dois expulsos

Pela 26ª rodada do Brasileirão, Goiás e Corinthians protagonizaram uma partida daquelas no Serra Dourada. Emoção não faltou, e após o apito final o placar ficou igual: 2 a 2.

Com o resultado, o clube paulista segue em 4º, agora com 44 pontos. Já os esmeraldinos continuam bem, graças ao ótimo segundo turno, e ocupam a 9ª posição com 37.

Janderson, titular pela segunda vez, abriu o placar. Michael, em uma pintura, empatou. A virada veio com Leandro Barcia, e o empate alvinegro chegou no último minuto, com gol de pênalti de Gustagol.


Ficha técnica

Goiás 2 x 2 Corinthians

Gols: Goiás: Michael e Leandro Barcia Corinthians: Janderson e Gustagol

GOIÁS: Tadeu; Yago, Fábio Sanches, Rafael Vaz, Jefferson; Yago, Gilberto (Breno), Leandro Barcia (Alan), Léo Sena (Dudu), Michael; Rafael Moura; Técnico: Ney Franco.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil, Carlos Augusto; Ralf, Sornoza (Vágner Love), Mateus Vital, Pedrinho (Régis), Janderson (Jadson); Gustavo; Técnico: Fábio Carille.


Estatísticas

11 minutos demorou Janderson, titular, para fazer seu primeiro gol pelo Corinthians

52 minutos do segundo tempo foi quando o Corinthians buscou o empate em 2 a 2

4 partidas seguidas está o Corinthians sem saber o que é vitória

76% de aproveitamento tem o Goiás no segundo tempo


Jogou tudo para o alto

Fábio Carille vem sendo muito criticado pela torcida do Corinthians. Sem vencer há três partidas antes da partida fora de casa, mudou tudo e trocou sete titulares em relação à derrota para o São Paulo no final de semana.


A estrela brilhou

Antes de pisar no gramado do Serra Dourada para sua segunda partida como profissional titular, Janderson havia jogado apenas 165 minutos pelo Corinthians, divididos em oito ocasiões que Fábio Carille o tirou do banco.

Foram 11 minutos até a bola encontrar seu pé. Após linda jogada pela direita, Fagner rolou para o meio, Gustavo bateu mascado e Janderson balançou as redes.


Revelação do campeonato?

Michael, de 23 anos, vem roubando a cena no Brasileirão - e é o terror do Corinthians.

No primeiro turno, fez um salseiro e enlouqueceu Gil. Nesta noite, no Serra Dourada, fez um dos gols mais bonitos da competição. No campeonato, balançou as redes seis vezes e ainda deu duas asssitências.

E só um lance inacreditável tirou o gol da virada do pé de Michael. Após confusão de Cássio e Carlos Augusto, o atacante ficou sem goleiro e chutou para fora.

Antes de acabar a partida, o garoto foi do céu ao inferno e, por um carrinho pelas costas em Régis, levou cartão vermelho.


Tempos opostos

As mudanças de Carille fizeram efeito na primeira etapa e o Corinthians criou. A torcida, depois de muito tempo, viu uma equipe ofensiva, propondo jogo. Era raro olhar para o campo e ver o time alvinegro não estar no campo de ataque.

Depois do intervalo, o Goiás tomou conta do campo. Conseguiu o empate nos últimos minutos do primeiro tempo e mandou no período final. Cássio sofreu, o time esmeraldino perdeu gols, e Tadeu sequer viu a cor da bola.


Hora da confusão

Tudo parecia controlado para os mandantes. Jogo cadenciado, adversário dominado.

Com 39 do segundo tempo, Michael foi expulso. Aos 48, o cruzamento na área passou por Gil, bateu na mão de Dudu e o árbitro foi ao VAR. Pênalti. Rafael Moura reclamou muito e levou o segundo cartão amarelo, resultando em vermelho. Gustagol, aos 52, bateu forte, no meio do gol, e igualou o marcador.


Tabu de Carille

Com o resultado desta noite, o Corinthians chegou a quarta partida consecutiva sem vencer.

A marca é a pior da equipe alvinegra desde o retorno de Carille, no começo deste ano. Desde janeiro, a equipe teve seis sequência de três partidas sem vitóras, com essa agora indo além.

A primeira veio em fevereiro quando o Timão empatou com o Ferroviário pela Copa do Brasil, perdeu do Novorizontino pelo Campeonato Paulista e empatou com o Racing pela Copa Sul-Americana.

Em maio, empatou com Vasco da Gama e Grêmio antes de ser derrotado pelo Flamengo em Itaquera. Um mês depois, voltou a ser vencido pelo Flamengo, empatou com o Cruzeiro e perdeu o clássico para o Santos.

Agora, foi um empate sem gols com o Grêmio, um empate em 2 a 2 com o Athletico-PR, a derrota por 1 a 0 para o São Paulo no Majestoso do último domingo e o empate no Serra Dourada.


E o segundo turno do Goiás?

O Flamengo é o líder incontestável do Brasileirão, e seu segundo turno faz por merecer: sete jogos, seis vitórias e um empate.

Atrás dos rubronegros, vem o Goiás: cinco vitórias, um empate e uma derrota.


Agenda

As duas equipes só voltam a campo no próximo final de semana, pelo Brasileirão; ambos encaram times lutando para fugir da zona de rebaixamento:

  • Sábado, 19/10, 19h, Corinthians x Cruzeiro

  • Domingo, 20/10, 19h, Chapeoense x Goiás