<
>

Ídolo da Bulgária, Stoichkov chora ao vivo ao comentar caso de racismo contra ingleses

play
Mauro fala sobre caso de racismo em Bulgária x Inglaterra e analisa como Uefa e autoridades locais deveriam aplicar punições (1:59)

Manifestações aconteceram em jogo das Eliminatórias da Eurocopa, em partida realizada em Sófia (1:59)

Hristo Stoichkov, um dos maiores ídolos da história do futebol búlgaro, comentou os casos de racismo que aconteceram no confronto entre Inglaterra e Bulgária, nas Eliminatórias da Eurocopa de 2020, na segunda-feira (14). O ex-jogador chorou durante a entrevista para o canal Tudn.

O búlgaro levantou a voz para falar dos racistas: "Não permitir torcedores nos estádios, ou então punições ainda mais duras. Como na Inglaterra, alguns anos atrás. 5 anos sem participar".

"As pessoas não merecem passar por isso. Acha que eu me sinto confortável com isso?", indagou e desabou no choro o ex-jogador.

Stoichkov disputou as Copas do Mundo de 1990, 1994 e 1998 com a seleção búlgara.