<
>

Sob tensão política no país, LaLiga e Federação Espanhola já especulam nova data para disputa de Real Madrid x Barcelona

Nem a Real Federação Espanhol de Futebol (RFEF) nem LaLiga querem que o Barcelona e Real Madrid se enfrentem na cidade catalã, no próximo dia 26. As entidades solicitaram formalmente o adiamento, por conta das turbulências sócio-políticas por que passa a Espanha atualmente.

Real Madrid e Barcelona são contrários a inverter os locais dos jogos, ou seja, jogar primeiro em Madrid, no dia 26, e depois na Catalunha, em 1º de março.

O governo espanhol também não quer que o jogo ocorra. E todos os envolvidos buscam uma solução que, segundo o jornal espanhol Marca pode ser a remarcação para 18 de dezembro.

Segundo o jornal, está é a solução que mais agrada ao clube de Madrid. O Barcelona, porém, quer manter a data do próximo dia 26, em seu estádio. E os dois clubes já avisaram aos envolvidos quais suas preferências.

A data especulada não acata o pedido de LaLiga, mas a entidade entende que qualquer solução é melhor do que manter a data original, como quer o Barça. Para o governo, desde que o jogo não aconteça em dez dias, tudo está ok.

Os clubes têm até a próxima segunda-feira (21) para apresentarem suas alegações. Depois, três membros do comitê de competições da liga votam e decidem o que vai acontecer.

Um detalhe: se for mesmo marcada para 18 de dezembro, a partida vai ocorrer na mesma data reservada para a primeira rodada eliminatória da Copa do Rei. Mais problemas à vista.