<
>

Vereador do RJ propõe projeto de lei que proíbe a utilização do VAR

Um projeto de lei, publicado nesta quarta-feira no Diário Oficial da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, pede a proibição do VAR em partidas organizadas pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ).

A proposta de autoria do vereador Zico (PTB-RJ) decreta que “a arbitragem não poderá ter contato com qualquer tipo de vídeo durante o período de realização da partida”. Além disso, a sanção para o descumprimento da regra seria uma multa no valor de R$ 250 mil.

Proposta de vereador quer proibir uso do VAR no Rio de Janeiro (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O presidente da Casa, vereador Jorge Felippe, devolveu o projeto ao autor, com o argumento de que o tema não é de competência da Câmara Municipal.

Na justificativa, Zico argumenta que “apesar de ser uma tecnologia muito cara, o uso do árbitro de

vídeo não tem contribuído para a melhoria do futebol”. Ele ainda afirma que “com interrupções demoradas, fazendo com que o ritmo das partidas seja alterado, quem perde é o torcedor, o público que paga para assistir ao

espetáculo”.

No projeto, Zico também defende que “a proposição visa devolver ao juiz da partida o poder de decisão

sem a ajuda de um computador”.