<
>

São Paulo: Vitória no 1º clássico e início invicto? Quem, na era Leco, começou melhor que Diniz

play
São Paulo ainda briga pelo título do Brasileirão? Fernando Diniz responde (0:30)

Clube está 15 pontos atrás do Flamengo na tabela de classificação (0:30)

Até aqui, em duas semanas, duas vitórias e dois empates, sendo um dos triunfos contra o Corinthians, no último domingo, no primeiro clássico de Fernando Dinz como técnico do São Paulo. Tudo bem que foram apenas quatro jogos pelo clube, mas o início de trabalho do treinador supera quase todos os seus antecessores na era Leco.

Vale citar que um dos empates de Diniz foi contra o Flamengo, líder do Campeonato Brasileiro, interrompendo uma série de oito vitórias seguidas do clube rubro-negro. O outro foi contra o Bahia, em Salvador. O triunfo que completa a série foi contra o Fortaleza, no Pacaembu.

"Eu imaginava começar bem. Um time desse tamanho, com a estrutura que tem, com os jogadores, com o estafe... O São Paulo tem uma estrutura muito boa, mas o estafe, em todos os setores, é diferenciado. Nunca vi. Sempre digo que não adianta ter estrutura física e não ter material humano. E o São Paulo tem", disse Diniz.

Somente um treinador conseguiu manter-se invicto nos quatro primeiros jogos que fez pelo São Paulo de 2015 para cá.

Foi o argentino Edgardo Bauza, também com dois triunfos e dois empates. A diferença é que a vitória em clássico veio apenas na quarta tentativa.

Rogério Ceni obteve mais pontos do que a dupla citada, mas não teve um começo invicto. Foram três vitórias e uma derrota. O que o coloca em pé de igualdade com Diniz é que também venceu o primeiro clássico que trabalhou como técnico. No caso um triunfo contra o Santos, então de Dorival Júnior, em plena Vila Belmiro, por 3 a1.

Aguirre fez seis pontos nos quatro primeiros jogos pelo São Paulo: duas vitórias e duas derrotas. Mas também ganhou o primeiro clássico que fez (Corinthians).

Cuca e Dorival Júnior fizeram cinco pontos cada um, com um triunfo, dois empates e uma derrota. A diferença está no desempenho em clássicos. Dorival conseguiu vencer na terceira tentativa, enquanto Cuca só conseguiu na sexta.

André Jardine, tão criticado ao ser efetivado no lugar de Aguirre, teve uma vitória, um empate e duas derrotas. Não venceu clássicos e teve três clássicos.

Mas o pior desempenho é de Ricardo Gomes: dois empates e duas derrotas nos quatro primeiros jogos. Venceu um clássico na terceira tentativa.