<
>

Principal jornal inglês coloca 3 brasileiros na lista dos 60 jogadores mais promissores do mundo

Nesta quinta-feira, o jornal The Guardian, o principal da Inglaterra, publicou sua lista dos 60 jogadores mais promissores do mundo.

Todos os citados na reportagem nasceram em 2002 e têm, portanto, 17 anos.

E, como de hábito, há brasileiros na relação.

Neste ano, são três: Reinier, do Flamengo, Talles Magno, do Vasco, e Yan Couto, do Coritiba.

Do trio, Reinier e Talles Magno já são bem conhecidos, já que estão nos elencos principais de suas equipes e jogam na seleção brasileira olímpica.

Já Yan Couto, que atua aberto pela direita como lateral ou winger, ainda está nas equipes de base do Coxa e irá representar o Brasil no Mundial sub-17.

Veja o que o Guardian escreveu sobre cada um deles:

REINIER

"Esse meia-atacante é visto como uma futura estrela desde que chegou ao Flamengo, em 2013. Divertido de assistir, ele quase sempre toma total controle das partidas a partir de sua posição no meio-campo, ditando o ritmo através de sua ótima visão de jogo e extraordinária capacidade para fazer gols. Fez sua estreia pela equipe titular do Fla em plena Libertadores, contra o Emelec, em 1º de agosto de 2019, e dias depois jogou pela primeira vez no Brasileirão. O técnico do Flamengo, Jorge Jesus, é um enorme fã do adolescente e gosta de compará-lo a Kaká: 'Ele tem o mesmo estilo e a mesma estrutura corporal. Reinier está cinco anos à frente de seu tempo'", elogiou".

TALLES MAGNO

"Talles Magno é um sopro de ar fresco, e dá aos brasileiros muita esperança em relação ao seu futebol doméstico. Nascido e criado na favela do Tuiuti, em área próxima ao estádio do Vasco, ele trabalhou duro para chegar onde está agora, ajudando inclusive sua família a ter uma vida melhor. Cresceu fisicamente após chegar ao Vasco, em 2012, e foi progredindo nas categorias de base até fazer sua estreia pela equipe profissional, em fevereiro de 2019. Quando este perfil foi escrito, ele acumulava dois gols em nove jogos na Série A do Brasileiro. Talles rapidamente se tornou um dos jogadores mais importantes do time principal, e não demonstra qualquer medo de usar suas habilidades para cima de adversários mais experiente".

YAN COUTO

"Começou jogando futsal por cinco anos, o que lhe deu ótima técnica e ajudou a entrar na base do Coritiba aos 10 anos. Ele não é muito alto e nem muito forte, mas é extremamente rápido, sendo uma ameaça ofensiva e que também se destaca defensivamente. Seu ponto de referência é Daniel Alves, mas seu estilo de jogo talvez lembre mais o de Rafinha, outro ex-jogador do Coritiba, que atuou por oito temporadas no Bayern de Munique e agora está no Flamengo. Yan Couto irá representar o Brasil no Mundial sub-17".