<
>

Pituca vira exemplo no Santos e joga no sacrifício após lesão

Pituca tem jogado no sacrifício (Ivan Storti)

Em coletiva de imprensa na última sexta-feira, o capitão Victor Ferraz destacou a raça do elenco do Santos e afirmou existir até quem jogue machucado. E um deles é Diego Pituca.

Sem citar nomes, Ferraz falou do exemplo de Pituca após forte torção no tornozelo no dia 16 de setembro. Desde então, o meio-campista atuou no sacrifício contra Grêmio, CSA, Fluminense e Vasco.

Diego Pituca tem feito tratamento no CT Rei Pelé e também na sua casa para não desfalcar o time do técnico Jorge Sampaoli. Ele foi preservado na atividade da última segunda, por exemplo, para ficar à disposição contra o Palmeiras, nesta quarta, às 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O dia seguinte de jogos para Pituca é de muita dor. Não há lesão significativa de ligamento, mas o trauma foi forte e a dor e inchaço persistem.

Ainda sem estar no auge de sua forma física, Diego Pituca deve ser titular no clássico. O volante é intocável para Sampaoli e já atuou 44 vezes na temporada.